sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Piracaia é a próxima cidade a ser beneficiada com o projeto Navega São Paulo



O Navega São Paulo é uma ação sócio-esportiva da Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Turismo que utiliza os esportes náuticos do remo, vela e canoagem como ferramenta de inclusão social para jovens com idade entre 10 e 15 anos estudantes da rede pública de ensino. A Sabesp, através da Lei de Incentivo ao Esporte, é a maior patrocinadora do projeto, que atende cerca de 3000 alunos em 15 municípios.

A prefeita Terezinha das Graças S. Peçanha, o vice-prefeito e os secretários municipais de esporte e educação receberam o gerente da UGR Bragantina (MNB), Luiz Paulo Madureira, Dilmara Veríssimo de Souza e Emerson Martins Moreira, do Departamento de Recursos Hídricos Metropolitanos (MAR), o coordenador estadual do projeto, Carlos Roberto J. Cardoso e a representante da Universidade São Francisco, Mirna Koda.

A reunião teve como objetivo apresentar o Navega São Paulo para a nova administração e ressaltar os tópicos de responsabilidade da prefeitura. Para Piracaia, o projeto foi desenvolvido pela Secretaria Estadual de Esportes e a Universidade São Francisco (Bragança Paulista) que também vistoriou a Represa da Cachoeirinha, local onde serão realizadas as atividades.

A implantação do núcleo do projeto Navega São Paulo é uma das ações previstas pelo Programa de Valorização dos Mananciais, do Departamento de Recursos Hídricos Metropolitanos, da Unidade de Negócio de Produção de Água da Metropolitana (MA). Além das modalidades esportivas, os alunos participarão de atividadesde conscientização limpeza e preservação da represa.

As equipes da Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte (MARN) e da Célula de Articulação e Representação Institucional (MAR11) participarão do grupo que coordenará e apoiará as ações do núcleo do Projeto Navega São Paulo em Piracaia.

Piracaia terá doze meses de atividades de canoagem para até 112 crianças. A cidade receberá 14 caiaques, além de um bote com motor. O núcleo contará com dois instrutores, que serão contratados pelo projeto, além dos professores de Educação Física da rede municipal de ensino e de estagiários da Universidade São Francisco. Além das aulas, a Sabesp agregará ao projeto palestras e atividades para promover a educação ambiental nas escolas.

Segundo a prefeita Terezinha “o projeto é uma oportunidade para as crianças brincarem, conhecerem uma nova modalidade, além de zelarem pelo patrimônio do município”. Após a reunião, os presentes visitaram a Represa Cachoeirinha e as instalações que serão usadas para as aulas.

A inauguração do Navega São Paulo e início das atividades do projeto em Piracaia devem acontecer entre a segunda quinzena de fevereiro e início de março. O MARN possui um outro núcleo do projeto na represa Paiva Castro, em Mairiporã, que funciona há cerca de cinco anos, atendendo 200 crianças anualmente nas modalidades de vela,canoagem e remo.  


Fonte: site SABESP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.