segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Morros de Niterói recebem trabalho de reflorestamento




Aline Balbino

O Morro do Bumba, no Viçoso Jardim, zona norte de Niterói, passou em 2010 por um triste processo de destruição devido as fortes chuvas que atingiram o Estado do Rio de Janeiro. E para recuperar esse espaço e esquecer o triste passado, a empresa MCW Consultoria Ambiental reflorestou o espaço de dois hectares.

O processo que durou cerca de um mês passou por oito fases de execução, que corresponde à implantação, roçada para implantação, controle de formigas, marcação de covas de plantio, coroamento para plantio, abertura de covas, plantio e adubação e hidrogel.

A área que antes estava completamente degradada apresenta hoje um verde especial que aproveita para trazer esperança para quem viu o retrato da destruição. O processo de reflorestamento também foi feito no Morro do Vital Brazil, em Santa Rosa, na zona sul, e para mostrar à população que preservar é uma necessidade, a empresa levará à comunidade um dia de muita alegria com festa para a criançada e trabalhos sociais.

O evento começará às 10 horas na extensão da Estrada do Cavalão, próximo a Neltur. As crianças poderão usufruir de um dia com brincadeiras e doces.

“Nós procuramos manter o trabalho social com eventos para conscientização porque percebemos que 90% do plantio se desfaz caso não façamos esse trabalho. Além disso incentivamos alguns garotos das comunidades para nos ajudar porque assim conseguimos gerar renda para eles também”, disse Marcelo Medeiros, dono da empresa.

 De acordo com o biólogo Cássio Fonseca, algumas áreas como o Morro do Bumba podem ser muito bem reaproveitada após desgastes naturais.

“Os fragmentos de mata urbana ainda podem abrigar uma biodiversidade grande, resquício de sua riqueza nativa apesar de impactos ambientais históricos e recentes. Ao se usar algumas das espécies de árvores locais para se reflorestar áreas adjacentes a estes fragmentos, é possível proteger melhor os fragmentos ainda preservados e facilitar a reocupação da área pela flora e fauna da região, o que aumenta seu potencial como ilha de biodiversidade”.

Fonte: A Tribuna (publicado em 12/10/2013)

-----------------------------------------
Leia também:
Niterói planta mudas para combater os deslizamentos de terra



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.