quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Prefeitura lança segunda etapa do programa Enseada Limpa




Objetivo é tornar as praias da enseada balneáveis e melhorar a qualidade de vida da população

A Prefeitura de Niterói apresentou nesta terça-feira (14.1) o plano de ação da segunda etapa do programa Enseada Limpa, que consiste numa série de iniciativas para a despoluição da Enseada de Jurujuba, em parceria com a concessionária Águas de Niterói.

Coordenado pelo vice-prefeito Axel Grael, o programa envolve diversas secretarias municipais, contou com investimentos de R$ 8 milhões em 2013, e já propiciou períodos de balneabilidade na praia de Charitas. Para 2014, o total de recursos já orçados será de R$ 13.644.000,00. O objetivo maior é fazer com que a Enseada de Jurujuba seja a primeira área da Baía de Guanabara a ser totalmente despoluída. 

O Enseada Limpa tem como base territorial a bacia hidrográfica da Enseada de Jurujuba, que abrange os bairros de São Francisco, Charitas, Jurujuba, Cachoeira e parte do Largo da Batalha, além das comunidades de Gavião, Jamelão, Igrejinha, Ponte Velha, Maceió, Preventório, Peixe Galo, Cascarejo e Salinas, entre outras. O programa visa a melhor qualidade das águas e do meio ambiente de modo geral e, sobretudo, a melhoria da qualidade de vida da população desses locais.

O programa envolve ações de urbanização e instalação de banheiros nas residências nas quais foi constatada a ausência; ampliação da rede coletora de esgoto e das ligações domiciliares à rede; iniciativas para a gestão de resíduos sólidos, como a não colocação de lixo nas encostas; entre outras medidas.

“Esse programa tem o objetivo que, para muita gente, parceria impossível, de tornar a Enseada de Jurujuba balneável. Essa é uma luta de todos os querem uma cidade com melhor qualidade de vida. O projeto prevê várias ações de melhoria da rede oficial de tratamento de esgoto em toda a bacia hidrográfica; investimentos em comunidades como a Grota do Surucucu, onde a prefeitura aplicou recursos em infraestrutura urbana, já que no local existiam famílias que viviam em casas sem banheiro. Além disso, a Águas de Niterói está com investimentos na construção de elevatórias, de modernização do sistema de tratamento de toda a rede de esgoto dessa região. Com isso, no ano passado já tivemos uma melhoria importante, com a praia de Charitas ficando cinco semanas própria para o banho, o que não acontecia há décadas”, disse o prefeito da cidade.

O prefeito destacou o desafio que representa a despoluição da Baía de Guanabara, que demanda ações de todos os municípios do entorno e do Estado. “Esse é um desafio que necessita da integração das cidades da Região Metropolitana. Em Niterói estamos fazendo um esforço muito grande. Por ser uma enseada muito protegida, é possível fazer a despoluição com esse programa. É bom para o turismo, para o lazer e para a qualidade de vida da população”, ressaltou.

O vice-prefeito Axel Grael e o superintendente da Águas de Niterói, Nelson Gomes, apresentaram as próximas ações do programa. Axel explicou que a despoluição da Enseada de Jurujuba é uma iniciativa viável, porque a influência que ela tem da Baía de Guanabara é muito menor do que todos imaginam.

“Ela sofre a conseqüência do que está em torno dela. O trabalho da prefeitura é voltado para toda a bacia hidrográfica, atuando na melhoria do saneamento, na questão do lixo nas comunidades e bairros, reunindo os atores sociais que podem ajudar nesse processo. E com isso os resultados já estão aparecendo. Com as intervenções que faremos este ano, tenho certeza que a Enseada de Jurujuba será a primeira parte da Baía de Guanabara a ser despoluída”, afirmou o vice-prefeito.

Já a Águas de Niterói listou todos os investimentos feitos em 2013, como a implantação de 728 metros de rede coletora, duas elevatórias e 292 metros de recalque no Cascarejo; manutenção e conservação do sistema de esgotamento no Pau Ferro; aquisição de duas novas bombas para a estação de tratamento de São Francisco, entre outras. Para 2014, está prevista para fevereiro a implantação de uma ecobarreira no canal de São Francisco, e de um sistema mecanizado de desassoreamento do canal da Avenida Presidente Roosevelt, que deverá funcionar a partir do segundo semestre.
Participaram da solenidade de apresentação do programa os secretários municipais de Meio Ambiente, Daniel Marques; de Saúde, Chico D’Angelo; de Educação, Ciência e Tecnologia, Waldeck Carneiro; de Participação Social, Anderson Pipico, entre outras autoridades.

O plano de ação para 2014

Axel Grael explicou que as ações de 2013 serão intensificadas e concentram-se nas seguintes áreas:

Intensificação do reflorestamento – Em 2013 foram plantadas 6 mil mudas na comunidade Peixe Galo e 3 mil no Cavalão.

Reintrodução da vegetação de restinga nas praias.

Obras de seneamento e de contenção de encostas.

Consolidação do projeto de gestão de resíduos nas comunidades da Grota, Ponte Velha, Igrejinha, Gavião e Jamelão, e implantação no Cascarejo, Preventório e toda Jurujuba.

Implantação da coleta seletiva de lixo.

Desinfestação de roedores – em 2013 a infestação de ratos foi reduzida em 90% nas comunidades beneficiadas com treinamento de campo, como a Grota do Surucucu.

Ações de governança, como a implantação do Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica.


Fonte: Prefeitura de Niterói

-----------------------------------------

Para conhecer mais detalhes do ENSEADA LIMPA acesse:
ENSEADA LIMPA: Conheça detalhes do Plano de Ação 2014 para a despoluição da Enseada de Jurujuba

Mais informações:
Niterói lança programa para despoluir Enseada de Jurujuba
ENSEADA LIMPA - resultados de balneabilidade de Charitas são animadores
ENSEADA LIMPA: mutirão de limpeza na Grota do Surucucu é mais uma ação pela despoluição da enseada de Jurujuba
ENSEADA DE JURUJUBA LIMPA - despoluição começa a sair do papel
Autoridades de olho na poluição da Baía de Guanabara
Prefeitura de Niterói quer praias livres da poluição
Praia de São Francisco recebe projeto de recuperação de restinga
Dia Mundial de Limpeza das Praias recolhe 1 tonelada de lixo
Ação para combater a infestação de ratos em Niterói
Enseada de Jurujuba será despoluída
Niterói - Canal de São Francisco leva toneladas de lixo para a Baía de Guanabara
Equipe do Projeto Grael visita a Grota do Surucucu
Iniciativas do Projeto Grael na prevenção do lixo flutuante da Baía de Guanabara
Ecobarreira será implantada o Canal de São Francisco
Estados do Rio e Maryland se unem para despoluir Baía de Guanabara
RJ e Maryland debatem, em Niterói, cooperação para a despoluição da Baía de Guanabara

O que o Governo do Estado tem anunciado:
Projetos do Governo do Estado que prometem limpar a Baía de Guanabara até a Rio 2016
BAÍA DE GUANABARA TEM O PRIMEIRO PLANO CONTRA ACIDENTES AMBIENTAIS DO PAÍS
Rio assina acordo com norte-americanos para despoluir a Baía de Guanabara
Estados do Rio e Maryland se unem para despoluir Baía de Guanabara
RJ e Maryland debatem, em Niterói, cooperação para a despoluição da Baía de Guanabara
Acesse também:
Instituto Baía de Guanabara
Projeto Grael



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.