sábado, 16 de agosto de 2014

Proteção às áreas verdes intensificada em Niterói


O patrulhamento vem sendo feito em diversas áreas verdes e também locais próximos à Serra da Tiririca. Foto: Divulgação


Grupamento Ambiental da Guarda Municipal fiscaliza, notifica e dá os primeiros passos para diminuir as agressões ao meio ambiente

Diariamente o Grupamento Ambiental da Guarda Municipal de Niterói sai às ruas para cumprir à risca o que diz código 2.602-2008 que é a carta ambiental da cidade. Missão: fiscalizar áreas de Mata Atlântica e de proteção ambiental de Niterói, com o objetivo de impedir danos ao ecossistema. O grupo foi criado através do decreto 9.380/2004, mas há cerca de dois meses e em uma parceria entre a Secretaria de Ordem Pública de Niterói e a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, recebeu a chancela para intensificar, fiscalizar, notificar e dar os primeiros passos para processos de embargo, em ações consideradas lesivas ao meio ambiente.

Os integrantes da coordenadoria, que, somente este ano, salvaram, cuidaram e reintegraram ao meio ambiente quase 200 animais, levando-os para clínicas de reabilitação quando necessário, passaram por um treinamento com técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e, já no mês de julho, 15 notificações foram emitidas, impedindo irregularidades que ferem o meio ambiente. De uniforme verde, eles não só vistoriam, como atendem as demandas que recebem através de denúncias e já estão mapeando várias áreas da cidade, avisando a possíveis futuros infratores que estarão ali de olho, prontos para impedir danos ambientais.

O patrulhamento vem sendo feito em diversas áreas verdes e também locais próximos à Serra da Tiririca e ao Parque Darcy Ribeiro, áreas consideradas de amortecimento (que ficam entre as áreas protegidas e aquelas que são liberadas para construção) e será estendido também às praias para garantir as preservação da restinga natural.

A intenção, segundo o Secretário de Ordem Pública de Niterói, Marcus Jardim, é, a partir desta parceria, ampliar cada vez mais as ações que possam ajudar a impedir a degradação do meio ambiente.

“Todos têm que estar atentos aos danos que o próprio homem causa ao meio ambiente. É uma questão de sobrevivência. Esse destacamento é de fundamental importância. Nossos agentes vão ao local e, além de mapearem como estão os locais para futuras fiscalizações, avisam e notificam. Isso é importante inclusive para evitar que surjam futuras construções irregulares em áreas de proteção e podemos inclusive impedir o processo de favelização desordenada de algumas áreas que ainda estejam protegidas a partir desses patrulhamentos”, explica Marcus Jardim.

Somente nos últimos meses, a Guarda Ambiental realizou recolhimento ou salvamento de quase 200 animais de espécies diferentes. Em todos os casos, a equipe presta os primeiros socorros e, quando necessário, leva os animais para um centro especializado de tratamento. O telefone de contato é 2621-7989.


Fonte: O Fluminense



--------------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Ações da Prefeitura de Niterói para proteger áreas verdes
Parque da Cidade ganha reforma para atrair turistas em Niterói
Construindo uma parceria Prefeitura de Niterói / INEA: gestão de parques, cultura e esportes
PRO-SUSTENTÁVEL - PREFEITURA DE NITERÓI CAPTA RECURSOS PARA NOVO PROJETO PARA A SUSTENTABILIDADE DA REGIÃO OCEÂNICA
Parque da Cidade receberá 10 mil mudas em projeto de reflorestamento
PROJETO REGIÃO OCEÂNICA SUSTENTÁVEL: Niterói recebe primeira missão oficial do CAF
Prefeitura busca novas parcerias com o governo federal nas áreas de segurança e meio ambiente
Morro da Viração, em são Francisco, ganha mudas de reflorestamento
Café da manhã de delícias e com vista privilegiada, em Niterói
'Niterói mais verde' será criado para proteger o meio ambiente
Prefeitura de Niterói anuncia PARNIT: áreas de interesse ambiental serão protegidas
Mudanças à vista: Parque da Cidade vai passar por reformas

Fauna
Guarda Ambiental de Niterói socorre gavião ferido
Coruja é resgatada por homem em rua de Santa Rosa, Zona Sul da cidade
Operação para resgate de animais vítimas de maus tratos em Niterói
Espécies invasoras ameaçam a biodiversidade do Estado do Rio de Janeiro






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.