quarta-feira, 15 de outubro de 2014

AUMENTO DO NÚMERO DE CASOS DE INCÊNDIOS EM VEGETAÇÃO E DIFICULDADE DE CONTROLE EM MEIO À ESTIAGEM PREOCUPAM


Foto: Divulgação

Texto: Aline Balbino

A Primavera começou e trouxe consigo muito calor. O tempo seco e o período de estiagem é sempre propício ao surgimento de focos de incêndio em florestas e matas nesse período do ano. Os dados são alarmantes. De acordo com um levantamento feito pelo Corpo de Bombeiros, no ano passado foram registrados 296 incêndios em vegetação em Niterói. Este ano, até 31 de agosto, o número chega a 450. E não para por aí. Segundo informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no ano passado foram registradas 405 queimadas em todo o Estado, enquanto que neste ano, até ontem, o número já alcançava 1.136 casos, um aumento de 180%. Em outubro do ano passado foram registrados 44 incêndios em florestas, já esse ano o número subiu para 269, um aumento de 511%.

Maricá também é uma cidade que sofre com queimadas. Moradores afirmam que ocorrem pelo menos três queimadas por semana, principalmente na região de Inoã. Do dia 5 de outubro até ontem foram registrados pelo menos sete incêndios em mata na cidade, que conta com apenas quatro hidrantes e 44 bombeiros, diferente de Niterói, que dispõe de 182 militares e 90 hidrantes.
A população de Maricá acredita que há poucos bombeiros e que o número de hidrantes não é suficiente para atender toda a cidade que possui 362,571 km². Já Niterói possui 133,916 km². Mesmo com poucos hidrantes, a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros garante que o hidrante de coluna não é a única fonte de captação de água em incêndios. Em casos de necessidade, são utilizadas as reservas do tanque da viatura, o hidrante de recalque das edificações próximas e outras fontes diversas de captação – como piscinas, caixas d’águas, entre outras.

“Trabalho em Niterói e toda semana quando estou indo para casa, em Maricá, vejo incêndio em alguns pontos de mata. No início do mês eu vi dois em Inoã e semana passada vi um depois da entrada de Itaipuaçu. O tempo realmente tem estado seco, mas quando ligo para o Corpo de Bombeiros eles dizem que há uma equipe em outra ocorrência e que vai correr para apagar o fogo. Acho que é necessário ter mais bombeiros em Maricá”, comentou a recepcionista Ariana Mendes, 19 anos.

 De acordo com o Climatempo, uma massa de ar seco que permanece sobre o Sudeste favorece a ocorrência de queimadas e incêndios florestais. Satélites de órbita polar MODIS/Terra-Aqua registraram focos de queimada na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro neste domingo, que aumentou em relação aos dias anteriores.

 De acordo com a meteorologista Aline Tockio, o ano já começou seco e o verão 2013/2014 foi atípico no Sudeste, com chuvas muito abaixo do normal.

“Desde o começo do ano o tempo está favorecendo a secagem do solo. O inverno foi normal, sem chuvas, mas em relação à Primavera, está anormal. Não tem chovido como deveria chover. Para amanhã (hoje) há a possibilidade de chuva na serra. Poderá chover forte, mas nada avassalador”, comentou.

Fonte: A Tribuna


----------------------------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM

QUEIMADAS EM NITERÓI
Novo mecanismo para combater incêndios em Niterói 
Guarda Ambiental atua junto com Bombeiros no combate a incêndios em Niterói
Danos causados pelo fogo nas encostas de Niterói (sobrevoo de 10/02/2014)
LUTANDO CONTRA AS QUEIMADAS EM NITERÓI
ATENÇÃO: ALERTAMOS PARA O ELEVADO RISCO DE INCÊNDIOS NAS ENCOSTAS (Niterói)
Rio tem recorde de focos de queimada em 2014 devido à onda de calor

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE QUEIMADAS
Incêndio na mata já destruiu cerca de 2.200 hectares de florestas em Petrópolis
Queimadas: mitos e verdades
Novo mecanismo para combater incêndios em Niterói 
Incêndios atingem parques da Pedra Branca e do Mendanha
Aproximadamente 98% dos incêndios ocorrem por conta das ações do homem
O que os presidenciáveis propõem (e o que não propõem) para enfrentar as mudanças climáticas
Queimadas: mitos e verdades
Poluição do ar na América Latina
AMAZÔNIA: Pastagens ocupam metade das áreas desmatadas
Controlados incêndios em parques estaduais
Incêndios atingem parques da Pedra Branca e do Mendanha

CAUSAS DOS INCÊNDIOS EM VEGETAÇÃO
Queimadas: mitos e verdades
Presos em operação contra soltura de balões em São Gonçalo
Balão cai em área residencial e provoca destruição em São Gonçalo
CPAm e GAM apreendem balão em São Gonçalo e Maricá neste domingo
Fiscalização no combate aos balões e vários foram apreendidos
Comando de Polícia Ambiental interdita fábrica de balões em Maricá
INEA FARÁ CAMPANHA DE FISCALIZAÇÃO CONTRA BALÕES
Criminosos soltam balões em plena situação crítica de incêndios
Muitos focos de queimadas em Niterói. Responsáveis pelos incêndios serão investigados
Crime ambiental: fiscalização aperta o cerco contra baloeiros
Crime ambiental: hoje de manhã, 20 balões sobre Niterói
Incêndio criminoso na Serra da Tiririca, em Itaipuaçu
Rio tem recorde de focos de queimada em 2014 devido à onda de calor


DANOS AMBIENTAIS E À SAÚDE CAUSADOS PELAS QUEIMADAS:
QUANTO CUSTA PRESERVAR A MATA ATLÂNTICA?
O QUE O DESMATAMENTO TEM A VER COM A SUA TORNEIRA?
Quanto vale uma árvore?
Poluição do ar causou a morte de sete milhões de pessoas em 2012
Corte seletivo e fogo fazem Floresta Amazônica perder 54 milhões de toneladas de carbono por ano
Queimadas: mitos e verdades
NASA: Fogo na Amazônia (2010) gerou mais CO2 para a atmosfera que as emissões anuais da India
Câmara dos Deputados discutirá poluição atmosférica nas grandes cidades
Desmatamento da Amazônia emite mais do que o dobro de CO2 dos carros
Exposição excessiva à poluição do ar aumenta em 34% o risco um AVC, diz estudo
Fumaça de queimadas causa a morte de 339 mil pessoas/ano no mundo Como o Brasil, toda a América Latina passa por sérios problemas climáticos
Brasil deve esquentar pelo menos 3°C até 2100
Guarda-parques empossados fazem treinamento para atuar em UC estaduais
Cada árvore da Mata Atlântica chega a retirar 163 kg de CO2 da atmosfera

Outros temas relacionados às queimadas
EPA emissions limits? Brazil sees potential gains.
Desmatamento eleva em 100 vezes o custo do tratamento da água

Ilhas de calor:
Blog do AXEL GRAEL: O efeito das ilhas de calor urbano
Blog do AXEL GRAEL: Calor, frescor e os ventos
‘Ilhas de calor’ na capital paulista causam temporais mais fortes do que no resto do estado

Acesse a Cartilha educativa contra balões dos Bombeiros RJ





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.