sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação participa da formatura de alunos dos cursos de informática do programa Niterói Digital


 
Na cerimônia, o prefeito Rodrigo Neves avaliou a Semana da Ciência e Tecnologia, que ocorre em todo o Brasil.Foto: Divulgação/ Bruno Eduardo Alves
 

Cerimônia integrou a programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia na cidade

16/10/2014 - O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clélio Campolina, participou, na tarde desta quinta-feira (16.10), ao lado do prefeito da cidade, da solenidade de entrega de certificados aos alunos do curso de informática do Programa Niterói Digital. Na ocasião também foi apresentado o projeto do futuro campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) no município, que será construído no bairro do Sapê.

A solenidade foi realizada no Memorial Roberto Silveira, no Caminho Niemeyer, e marcou a participação do município nas atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Além da entrega dos certificados, os formandos assistiram a uma palestra do presidente do Serpro, Marcos Mazoni, sobre inclusão digital.

Em um ano, o programa Niterói Digital formou mais de 400 alunos, que fizeram o curso de informática básica nos telecentros da cidade. Na cerimônia de entrega dos certificados, participaram alunos dos telecentro da Clin, do bairro Barreto e da terceira idade. Representando os formandos, Joanita Silva, Benedito da Silva Filho, Gloria da Silva Santos e Thiago de Assis Almeida receberam seus diplomas, respectivamente, do ministro Clélio Campolina; do prefeito Rodrigo Neves; do reitor do IFRJ, Paulo Roberto de Assis Passos, e do presidente do Serpro, Marcos Mazoni.

O prefeito destacou o importante trabalho que a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia vem fazendo de inclusão digital, de produção de conhecimento e de integração com as universidades.

“Estamos celebrando a Semana da Ciência e Tecnologia. Nossa gestão tem trabalhado junto com o ministério as diretrizes nacionais no sentido de democratizar o conhecimento. Há 12 anos o Brasil iniciou uma grande revolução, promovendo a inclusão social de milhões de pessoas. Graças aos esforços dos brasileiros, em 2014 o Brasil pela primeira vez saiu do mapa da fome. Colocar o Brasil no patamar de um país desenvolvido vai exigir um outro grande pacto nacional pela educação, ciência e tecnologia. É a formação da nossa juventude que vai proporcionar ao país chegar ao nível de conhecimento de países desenvolvidos. Tenho certeza que estamos num caminho extraordinário para que todas as pessoas tenham oportunidades. E é isso que nós estamos fazendo aqui nos nossos telecentros, na rede de bibliotecas populares e nas plataformas urbanas digitais. Parabenizo a todos os formandos, que tiveram essa oportunidade de inclusão digital. É assim que a gente constrói uma cidade e um país melhores”, afirmou Neves.

Antes da cerimônia, o ministro Clélio Campolina conheceu alguns pontos da cidade, entre eles a plataforma urbana digital que funciona no Maquinho, no Morro do Palácio. O trabalho desenvolvido no espaço, que também integra o programa Niterói Digital, deixou o ministro entusiasmado.

“O Brasil está fazendo um programa extraordinário com as políticas de inclusão social. Agora temos que dar um salto, e esse salto se dará com a educação. O governo faz um esforço enorme para resgatar a educação básica, o que para mim é fundamental no sistema educacional. A escola tem que ir onde está a população. A garantia dos recursos do pré-sal para a educação é uma demonstração clara de que a proposta agora não é discurso demagógico, agora estão garantidos os recursos para mudar o cenário educacional do Brasil. A educação superior também é extremamente decisiva para qualificar as pessoas do ponto de vista do mercado de trabalho, mas também para capacitá-las política e sociologicamente para serem cidadãos, para terem consciência política. Quando visito uma cidade como Niterói e vejo iniciativas como o Maquinho, fico muito entusiasmado. Parabéns, continuem nessa trajetória. O projeto de inclusão digital é decisivo para a melhoria do nosso país”, disse Campolina.

Também participaram da solenidade a secretária municipal de Educação, Flávia Monteiro de Barros; o subsecretário de Ciência e Tecnologia, José Henrique Antunes; o presidente da Fundação Municipal de Educação, José Henrique Antunes.

Projeto da primeira escola técnica federal do município é apresentado

Após a cerimônia, o reitor do IFRJ, Paulo Roberto de Assis Passos, e o diretor de implantação da futura unidade, Renato Bastos, apresentaram o projeto do campus de Niterói, cujas obras começam no início de 2015.

O IFRJ será a primeira escola técnica federal do município. A unidade será construída em um terreno no bairro do Sapê, que foi disponibilizado pela prefeitura. O prazo de conclusão da obra é de 14 a 18 meses, com um investimento de R$ 10 milhões do governo federal. A previsão é de que a unidade tenha 70 professores e 700 alunos quando estiver funcionando plenamente.

O campus contará com auditório, ginásio esportivo, área de convivência e um pavilhão de laboratórios.

Fonte: Prefeitura de Niterói


------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Semana Nacional de Tecnologia é celebrada com grande evento gratuito
Obras da primeira escola técnica federal de Niterói começam em janeiro de 2015


SAIBA MAIS SOBRE OS AVANÇOS DA EDUCAÇÃO EM NITERÓI:
Colégio Pedro II começa a arrumar malas rumo a Niterói
Visita a auditório da Escola Municipal Portugal Neves
Pontapé inicial para início das obras de Umei no Engenho do Mato
Prefeitura de Niterói reinaugura a Biblioteca Popular Municipal Aguinaldo Pereira de Macedo, na Vila Ipiranga
População comemora reabertura da Biblioteca Popular Silvestre Mônaco
Prefeitura inaugura Umei no Barreto
Prefeitura de Niterói inaugura na comunidade do Buraco do Boi, Barreto, a décima unidade de educação infantil da atual gestão
Programa Mais Infância ganha reconhecimento internacional
PARCERIAS PREFEITURA - UFF: Prefeitura vai construir creche no Morro do Preventório em terreno doado pela UFF
Nova sede da UMEI de Santa Rosa é inaugurada
Governo inaugura mais uma escola de Educação Infantil em Santa Rosa
Prefeitura inaugura UMEIs no Maceió e Jacaré
Prefeitura inaugura maior creche da cidade
Prefeitura inaugura UMEI no Sapê, a quarta este ano
Prefeito em exercício e secretário de Educação visitam obras da UMEI do Caramujo, que estão na reta final
Prefeitura de Niterói inaugura a UMEI da rua Magnólia Brasil, a terceira em seis meses 

OUTRAS AÇÕES NA ÁREA DE EDUCAÇÃO:
Prefeitura de Niterói inaugura Telecentro para idosos em Santa Rosa
Prefeitura de Niterói inaugura Plataforma Urbana Digital no Morro do Palácio
Morro do Céu ganha Telecentro, novo centro social e tem rua principal recuperada
Telecentro da Clin é reinaugurado
Cidade terá duas Plataformas Urbanas Digitais





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.