sábado, 7 de fevereiro de 2015

Técnicos do PESET resgatam jaguatirica em Itaipuaçu





Na tarde desta sexta-feira, os técnicos do Estadual da Serra da Tiririca (Peset) foram acionados para auxiliar no resgate de uma jaguatirica (Leopardus pardalis ), em uma área residencial no entorno do parque. O animal foi capturado, examinado e solto em área mais remota do Peset.

A jaguatirica é um felino nativo da Mata Atlântica e se alimenta de pequenos mamíferos e répteis. Apesar de não ser uma espécie considerada ameaçada de extinção, no Rio de Janeiro é considerada vulnerável.

Fonte: PESET


-----------------------------------------------------


Jaguatirica é encontrada por trabalhadores em Itaipuaçu
Cícero Borges

Animal pode ser o mesmo que vinha assustando moradores desde novembro do ano passado. Agentes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros estão no local

Equipes da Defesa Civil de Maricá, Corpo de Bombeiros e Guarda Ambiental do Parque Estadual da Serra da Tiririca, com auxílio de uma rede, capturaram uma jaguatirica (Leopardus pardalis) na tarde desta sexta-feira (6) em Itaipuaçu.

O felino foi encontrado por operários do Condomínio Carlos Marighella, do programa federal “Minha Casa, Minha Vida”. Ninguém se feriu.

O animal – adulto macho que pesa entre 5 a 10 kg – foi acompanhado por um veterinário do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e levado para o Parque Estadual da Serra da Tiririca.

O subsecretário de Defesa Civil, coronel Ricardo Nunes, acompanhou a ação e não confirmou se o felino é o mesmo que foi visto na região ano passado.

“Ainda não temos como dizer se é o mesmo animal”, afirmou o coronel.

Memória – Um felino foi visto pela primeira vez em frente à JCA Materiais de Construção, em novembro, em Itaipuaçu.

O animal teria sido avistado também rondando o bairro de Inoã, também em Maricá.

Na época, houve relatos de moradores da região de que dois cachorros haviam sido atacados pelo felino, já que os animais apresentavam mordidas e arranhões por todo o corpo.

Ainda em 2014, mais dois cachorros foram encontrados mortos em Maricá, com perfurações no pescoços. As suspeitas novamente recaíram sobre a onça, em função dos ferimentos encontrados nos animais.

Fonte: O Fluminense




Um comentário:

  1. Linda! Adoro Jaguatiricas!
    Que bom que nada de mal aconteceu.
    joturquezzamundial

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.