quarta-feira, 18 de março de 2015

Arraias viram atração entre banhistas na Região Oceânica de Niterói


Arraias pintadas foram vistas, na manhã de domingo (15), na Praia de Piratininga, Região Oceânica de Niterói. Foto: Colaboração / Leandro Matheus

Praticante de Stand Up Paddle flagrou as duas arraias nadando na orla de Piratininga. Foto: Colaboração / Leandro Matheus


David Tavares

Os animais foram vistos na Praia de Piratininga, em Niterói, por um banhista que praticava stand up paddle. Bióloga tranquiliza frequentadores, por se tratar de espécie que não oferece risco

Duas arraias pintadas foram vistas, na manhã deste domingo (15), na Praia de Piratininga, Região Oceânica de Niterói. Um banhista, que praticava o esporte Stand Up Paddle - uma variante do surf, flagrou os peixes de corpo achatado nadando na região. Os animais chamaram a atenção de banhistas e frequentadores do local.

De acordo com Leandro Matheus, que estava na localidade, a princípio, achou que as duas manchas negras na água fossem cardumes, mas ao chegar próximo, identificou as arraias.

"Quando cheguei na praia pensei se tratar de cardumes, mas quando me aproximei percebi que eram duas Arraias Pintadas. Resolvi dar um mergulho para fotografá-las. Ficaram por perto o tempo todo. Muita gente também viu. Lindas", disse Leandro, que é fotógrafo e atleta de Stand Up Paddle.

A bióloga marinha Luiza Perin tranquilizou banhistas e atletas da região, lembrando que raros são os casos de acidentes envolvendo o animal.

"A arraia pintada é uma espécie muito comum no Rio e chama atenção pelo seu tamanho. Não representa nenhum perigo para os banhistas e há muitos relatos de remadores que dizem avista-las na Região Oceânica de Niterói. São lindas e vale desfrutar do momento admirando", explicou Luiza.

Ainda de acordo com a especialista, se tornou comum ver arraias na região, principalmente, após a prática do Stand Up.

Fonte: O Fluminense






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.