segunda-feira, 2 de março de 2015

Câmeras de monitoramento do Cisp começam a ser instaladas em março


 
 


Nesta primeira etapa serão implantados ainda 80 bases com botões de pânico em pontos estratégicos da cidade

02/03/2015 - Parte fundamental para o funcionamento e a eficiência do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) que a prefeitura de Niterói está construindo na Região Oceânica, as câmeras de vigilância, de longo alcance, começam a ser instaladas a partir da segunda quinzena de março. Nesta primeira etapa, a empresa responsável pelo sistema fará a instalação de câmeras de vigilância e dos chamados botões de pânico em pontos estratégicos do município.

O Cisp de Niterói será o primeiro do estado do Rio de Janeiro, com investimentos superiores a R$ 20 milhões, e prevê também a implantação de portais de monitoramento em todas as entradas da cidade, todos dotados de programas de reconhecimento e identificação de placas de veículos. Ao todo serão 450 câmeras distribuídas por todo o município, das quais 80 equipadas com os botões de pânico.

O sistema de acionamento emergencial do Cisp já tem, inclusive, alguns pontos definidos. Eles serão instalados nas cabines recém-reformadas integrando Guarda Municipal e Polícia Militar, escolas de grande porte, unidades de saúde, prédios da administração pública, como a prefeitura, universidades, terminal das barcas e rodoviária entre outros. Em cada um deles, haverá um responsável pelo acionamento desse botão, permitindo o acionamento imediato das forças de segurança. Além disso, todos os veículos da segurança pública serão conectados ao Cisp e poderão ser acionados 24 horas por dia seja a partir da identificação de necessidade pelas câmeras ou pelo acionamento feito pelos cidadãos via central telefônica.

Uma das inovações tecnológicas do sistema será a utilização de 40 câmeras “inteligentes”, capazes de identificar ocorrências específicas a partir de um software com situações pré-programadas. Essas informações serão enviadas para o Centro de Integrado de Segurança. Haverá, ainda, 41 sensores capazes de detectar situações críticas de chuvas e fenômenos climáticos e que estarão integradas à Defesa Civil. No prédio do Cisp, que será coordenado pela Secretaria de Ordem Pública de Niterói, ficarão lado a lado, representantes das polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, da Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Samu e Nittrans.

Para o prefeito de Niterói, é preciso cada vez mais que municípios contribuam na busca de soluções para a melhoria da segurança da população.

“Segurança pública é atribuição constitucional dos estados. No entanto, os municípios devem cobrar ações de segurança e cooperar com essas ações. Esse é o caminho que estamos trabalhando em Niterói, com investimentos da prefeitura em várias áreas, seja na implantação das Companhias Destacadas, de delegacias, ampliação do efetivo da Guarda Municipal, reabertura de cabines da PM, agora como base integrada com a guarda municipal. São investimentos expressivos de recursos municipais, o que deverá contribuir de maneira decisiva para a redução dos índices de criminalidade e a retomada da sensação de segurança em Niterói. Acredito que a integração de esforços e o investimento em inteligência e tecnologia para a segurança pública que estamos realizando irão se transformar em referência para outros municípios do Brasil.” disse o prefeito

A tecnologia do monitoramento, a cargo da Informática do El Corte Inglés, que está sendo implantada em Niterói é uma das mais avançadas do mundo. Atualmente, a empresa é responsável pelos sistemas de vigilância da cidade de Madri, capital da Espanha, e da fronteira entre os Estados Unidos e o México.

De acordo com Gustavo Capovilla Marchiori, do setor de sistemas de engenharia e segurança da Informática Corte Inglés, o funcionamento do sistema baseia-se recepção das imagens dos sensores instalados na cidade, sejam eles, câmeras, frota monitorada, botões de pânico e sensores ambientais.

“Todas as informações são repassadas de maneira integrada ao centro de monitoramento, permitindo que o operador tome a decisão mais adequada à ocorrência que for identificada. Assim, o tempo de resposta diminui e você tem uma ação mais efetiva”.

Outro ponto destacado por Marchiori além da redução dos índices de violência, é o aumento do percentual de resolução de crimes.

“Com as ações de monitoramento consegue-se reduzir a violência, pois a resposta das forças de segurança é mais rápida. E notamos que, nos casos em que o crime foi consumado, a resolução melhorou muito, graças às informações coletadas e repassadas à polícia. Ou seja, nos casos que você não consegue impedir o crime, você consegue resolvê-lo” explica Marchiori.

De acordo com Carlos Garagorri, diretor comercial da Informática corte Inglés, o sistema implantado em Niterói pouco difere do existente em Madri e na fronteira entre os EUA e o México.

“O conceito é o mesmo. Depende apenas do tamanho e do número de dispositivos. E um sistema horizontal que integra os sensores e compartilha as mesmas informações. Atualmente, nos Estados Unidos, há equipamentos de detecção infravermelho e câmeras térmicas, que permitem identificar movimentação de pessoas à noite, por exemplo. No futuro, tais inovações poderão ser implantadas também em Niterói.

Para o secretário de Ordem Pública, Marcus Jardim, a criação do Cisp significa um importante passo na modernização dos sistemas de segurança.

“Os equipamentos serão instalados em locais estratégicos e permitirão um trabalho cada vez melhor dos serviços de inteligência. O município já começa a tomar conta de um cenário na cidade. Toda essa tecnologia interagindo permitirá uma resposta mais rápida e efetiva das forças de segurança. É um avanço tecnológico que nos permitirá avançar nessa questão.”

Jardim explicou, ainda, o funcionamento do botão de pânico:

“Funciona como um alarme bancário, mas vai disponibilizar imagens também. Em cada um dos pontos escolhidos para a instalação desses botões, haverá um responsável pó seu acionamento em caso de necessidade. E quando houver esse acionamento, todas as instituições que tiverem atribuição direta ao que está ocorrendo serão acionadas imediatamente.”

Fonte: Prefeitura de Niterói


----------------------------------------------------------------

JUNTO COM O CISP ESTARÁ O CCO
Junto com o CISP, funcionará o CCO - Centro de Controle Operacional, que modernizará o controle do trânsito na cidade e integrará a rede de equipamentos da área da Defesa Civil. Portanto, o novo equipamento concentrará os recursos tecnológicos, inteligência e gestão de situações de emergência nas áreas de segurança, defesa civil e trânsito da Cidade.

Mais informações sobre o CCO:
  • A implantação do CCO - Centro de Controle Operacional (com recursos previstos na negociação da Prefeitura com o BID), que terá um sistema de controle de 10 CTA (sistemas inteligente de controle de tráfego de área), que permitira um melhor monitoramento e gestão do tráfego, permitindo a otimização da operação semafórica, para facilitar a fluidez do trânsito.
  • Permitirá uma sincronização automática dos 270 semáforos através do apoio de um nobreak (fonte de energia ininterrupta).
  • O sistema também evitará pane nos semáforos em caso de falta de energia elétrica e adequará melhor o tempo dos sinais. Através de nova tecnologia, os 150 cruzamentos da cidade serão visualizados com uma aproximação até 20 vezes maior.
  • O investimento é de R$ 15 milhões, fruto do projeto PRODUIS, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
DEFESA CIVIL
  • O CCO concentrará a operação e o acompanhamento da rede de equipamentos da Defesa Civil(sirenes, pluviômetros e estações meteorológicas).
  • Integram esse sistema, 30 sirenes que estão posicionadas em 25 comunidades da cidade, além de uma estação meteorológica e dez pluviômetros.
  • As 30 sirenes para prevenir desastres provocados por chuvas em áreas de riscos de deslizamento na cidade estão instaladas nas localidades de Alarico de Souza (Zulu), Bairro de Fátima, Beltrão, Biquinha, Boa Vista, Bonfim, Coronel Leôncio, Dr. March (Morro do Castro), Grota do Surucucu, Iara, Igrejinha, José Leomil, Maceió, Martins Torres, morros da Penha, Palácio e Estado, Pé Pequeno, Retiro Saudoso, Santa Bárbara, São José 340, Teixeira de Freitas, Viçoso Jardim e Viradouro.
  • Os dez pluviômetros que medem a quantidade de chuva estão acoplados às sirenes no Bairro de Fátima, Beltrão, Viçoso Jardim, Bonfim, Coronel Leôncio, Igrejinha, Morro do Estado, Preventório, Santa Bárbara e Doutor March.
  • Niterói conta também com 26 pluviômetros automáticos e semiautomáticos em uma parceria entre o município e o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) do governo federal.
Axel Grael
Vice-Prefeito
Niterói


------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Sistema de monitoramento de Niterói contará com 450 câmeras e 80 botões de pânico
Vistoria nas obras do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp)
Obra de construção do CISP - Centro Integrado de Segurança Pública começa a ganhar corpo

SAIBA MAIS SOBRE O CISPPrefeitura inicia obras do CISP que visa monitorar a cidade
PREFEITURA DE NITERÓI ANUNCIA A CONSTRUÇÃO DO CENTRO INTEGRADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
Niterói terá R$ 3,5 milhões para centro de segurança
Câmara de Niterói aprova captação de recursos junto ao BID para investimento em infraestrutura
Prefeitura busca novas parcerias com o governo federal nas áreas de segurança e meio ambiente
Prefeito em exercício visita Centro de Comando e Controle do Estado e acompanha teste de sirenes
Começa a implantação de sirenes de alerta em Niterói
Senado aprova liberação de recursos do BID para Niterói

SAIBA MAIS SOBRE AS AÇÕES DA PREFEITURA NA ÁREA E SEGURANÇA
Cabine da Polícia Militar em São Francisco será reformada
Parceria garante mais R$ 104 milhões para obras em Niterói
Em reunião com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, secretário Beltrame diz que cidade receberá novas companhias destacadas
Implantação de Companhias Destacadas começa a gerar resultados
Prefeitura inaugura Telecentro e centro de oportunidades para jovens no morro do Cavalão
Morro do Cavalão ganha Companhia Destacada nesta segunda-feira
Especialistas falam sobre o medo e o perigo dos boatos em meio a violência
Prefeitos de cidades do Leste Fluminense debatem onda de boatos
Reforço de mais cem homens e Companhia Destacada no Fonseca
RJTV 2a EDIÇÃO: "Governo anuncia reforço no policiamento em Niterói"
Beltrame anuncia novas companhias da PM em Niterói para conter onda de violência
Prefeitura de Niterói vai investir R$ 70 milhões em Saúde, Educação, Ordem Pública e Mobilidade
Prefeitura de Niterói e governo estadual inauguram Companhia Destacada da PM no Morro do Cavalão

GUARDA MUNICIPAL
Prefeitura de Niterói inicia obras da nova sede da Guarda Municipal, no Barreto
Prefeitura conclui licitação para construção da nova sede da Guarda Municipal
Guarda Municipal de Niterói mostra nova identidade visual durante desfile cívico de Sete de Setembro
Prefeitura de Niterói anuncia plano de carreira para a Guarda Municipal
Inscrições para concurso da Guarda Municipal de Niterói estão abertas até o dia 11 de junho
Guarda Municipal apoiará Polícia Militar na apreensão de motos irregulares
Reunião do GGIM: Blitzes conjuntas da Guarda Municipal e da PM serão intensific​adas na cidade
Prefeitura de Niterói reforça a presença da Guarda Municipal nas ruas 
Nova realidade e mais segurança na Praça do Vital Brazil
Mais guardas municipais no entorno das escolas de Niterói

OUTRAS
Prefeito de Niterói pede batalhão da PM exclusivo para município

DEFESA CIVIL EM NITERÓI
Sistema de alerta de sirenes começa a funcionar em Niterói
Defesa Civil de Niterói: trabalho em várias frentes para fazer de Niterói uma cidade mais segura
DEFESA CIVIL: Prefeitura define procedimentos para atuar em emergências de deslizamentos de encostas e alagamentos
I Seminário da Defesa Civil de Niterói reforçou parcerias
Defesa Civil instala sirenes de alerta em 25 comunidades
Defesa Civil de Niterói: trabalho em várias frentes para fazer de Niterói uma cidade mais segura
Município de Niterói recebe primeiros pluviômetros automáticos
Começa a implantação de sirenes de alerta em Niterói

VEJA TODAS AS POSTAGENS SOBRE DEFESA CIVIL NO BLOG DO AXEL GRAEL

SAIBA MAIS SOBRE O PRODUIS (Financiado pelo BID)
Vice-prefeito abre Missão de Arranque de projeto financiado pelo BID em Niterói
PREFEITURA ASSINA CONTRATO DE R$ 65 MILHÕES COM O BID PARA INVESTIR NA INFRAESTRUTURA DE NITERÓI
Prefeitura de Niterói assina financiamento do BID nesta sexta-feira
Senado aprova liberação de recursos do BID para Niterói
senado aprova financiamento de r$ 65 milhões do bid para niterói
Prefeitura de Niterói estrutura-se para receber financiamento do BID
Niterói perto de US$ 26 milhões do BID para investimentos na cidade
Blog do AXEL GRAEL: Prefeito de Niterói recebe nova missão do BID

Conheça o escopo do projeto a ser desenvolvido com recursos do BID.






2 comentários:

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.