segunda-feira, 9 de março de 2015

Ex-atleta, Bruno Souza mira novas conquistas no esporte de Niterói


Em sua sala, o Secretário de Esporte e Lazer da Cidade Sorriso, Bruno Souza, recorda feitos e projeta melhorias. Foto: André Redlich

Patrick Monteiro

Há um ano à frente da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Bruno acumula alguns feitos importantes para a cidade e espera progredir a cada dia mais

Quando encerrou a carreira depois de conquistar três medalhas em Pan-Americanos - sendo duas de ouro e uma de prata -, Bruno Souza pôs o seu nome no livro do principais nomes da história do handebol brasileiro. Agora, ele tenta garantir um lugar de destaque fora das quadras.

Há um ano no comando da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Niterói, o ex-atleta já acumula alguns feitos importantes para a cidade e espera progredir a cada dia mais até que termine o seu ciclo na nova empreitada. E, para tornar a missão mais agradável, ele e a sua equipe ganharam uma nova casa. Antes situada numa modesta sala na Concha Acústica, a sede da Smel passou a contar com uma estrutura de três andares em São Francisco, onde Bruno realiza seu trabalho em meio a uma brisa invejável e uma imagem natural que remete à pintura de um belo quadro.

“A mudança foi excelente. Era uma secretaria que trabalhava debaixo do palco da Concha Acústica, numa situação bem precária, com um computador só, às vezes sem sinal de internet. Nós recebemos muitos professores, muitas visitas, muitos projetos, muitas empresas, e tudo acaba sendo agradável tendo uma casa, um diferencial. Acho que a Secretaria de Esporte funciona muito bem hoje. As pessoas são muito felizes em trabalharem em um lugar diferente, eu também estou bem satisfeito. Todos os outros secretários que visitaram aqui nos parabenizaram pela forma que trabalhamos, pelo ambiente que criamos e pela secretaria montada dessa maneira. Então, a estrutura nos deu uma posição muito diferente hoje, e é muito agradável trabalhar aqui em São Francisco”, resume.

Foi neste cenário que ele relembrou os tempos de jogador, comparou com os desafios atuais e fez uma rápida recapitulada do que aconteceu desde a sua chegada - em março do ano passado - até o exato momento.

“Os primeiros 12 meses foram bem positivos. Chegamos numa situação completamente adversa e, 12 meses depois, a população fala muito bem do nosso trabalho. Como trabalhamos para eles, quando todo mundo fica sabendo que está acontecendo alguma coisa, é sinal que acontece o envolvimento da cidade, e é isso que procurávamos. Agora, um pouco mais estruturados, vamos tentar alcançar mais e mais pessoas”, afirma.

De fato, Bruno carrega consigo dois trunfos que, para ele, têm modificado o modo de vida informal do niteroiense: o Skatepark Carlos Alberto Parizzi e o Projeto Motivação. O primeiro, aliás, tem marcado para este domingo, às 9h, a inauguração de seu bowl (piscina seca). A programação deverá se estender até às 12h e contará com a presença DJ’s e skatistas profissionais convidados para demonstrações. O prefeito Rodrigo Neves e o próprio secretário de Esporte e Lazer estarão no local.

“Eles são sucesso total. O Skatepark é incrível e o Motivação cresce e gera interesse. As pessoas querem patrocinar e ajudar a fazer. A galera está podendo ter a chance de fazer yoga no Parque da Cidade, ou capoeira no MAC, ou conhecer o Horto do Barreto... Estamos criando um movimento bem interessante para o Motivação. E o Skatepark é o primeiro equipamento esportivo da cidade, e num bairro nobre. Lá, passam quase 150 mil carros por dia, e você vê que as pessoas andam de skate o tempo inteiro, 24 horas por dia. Monitoramos através de câmeras, não teve nenhuma hora de Skatepark parado nesses 35, 36 dias. Então, são dois exemplos de coisas simples que fizemos e que estão atendendo mesmo à população”, garante.

Além de buscar o estímulo da população para a prática do esporte nas praças públicas, uma de suas promessas no início de gestão era a implementação de um programa de educação da Rio-2016 em escolas do município. Trata-se do “Transforma”, que visa levar o mundo do esporte para os alunos de Ensino Fundamental e Médio.

“O Transforma é um projeto no qual tive uma participação quando eu estava lá na Rio-2016, como ex-atleta, tendo uma vivência de implantação dos valores olímpicos, que é uma coisa que estudei também. É um grande presente para a cidade de Niterói. Ele (o programa) tem ido bem, sendo implementado em algumas escolas. Eu tenho sempre a intenção de favorecer as secretarias pelo conhecimento, pela abertura que eu estou tendo por conta das olimpíadas. E esse é mais um desses casos. O programa tem andado, os professores foram capacitadas para a Rio-2016 e, agora, cada vez mais próximo das olimpíadas, vamos ver que mais ações vão estar acontecendo dentro das escolas, seja desde a visita de um mascote, de um atleta, estaremos acompanhando algumas coisas que vão estar acontecendo nas escolas de Niterói neste ano de 2015 e intensificadas em 2016, com certeza”.

Com a “casa arrumada” na primeira parte do trabalho, Bruno projeta novas conquistas para os próximos dois anos. Segundo ele, feitos ainda mais significativos vêm por aí.

“Nós temos algumas coisas que aconteceram e foram bem marcantes no ano passado, como a volta do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia para Icaraí. Em agosto, teremos a primeira etapa do torneio. O Mundial de Bodyboard, é um evento superimportante, que acontece em junho. Temos alguns eventos de extrema importância, como a Copa Brasil de Vela, que acabou de acontecer, e se transformou num dos maiores eventos de vela do mundo, com a participação de 30 países. E estamos procurando alguns eventos e programas. Tem projeto saindo do papel, tem o ginásio municipal de esporte, a implementação de um contêiner maneiro na pista de skate. Procuramos entregar coisas ainda maiores e melhores para a cidade”, finalizou.

Fonte: O Fluminense






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.