quarta-feira, 4 de março de 2015

Obras da TransOceânica começaram nesta quarta-feira (4)





04/03/2015 -As obras da TransOceânica foram iniciadas nesta quarta-feira (4/3). O canteiro de obras, localizado na Fazendinha, fica bem próximo à pedra na qual será perfurado o túnel que ligará o Cafubá a Charitas. Os operários já iniciaram a terraplanagem, a retirada da vegetação e a preparação do entorno do emboque do túnel.

O prefeito confirmou que a perfuração do túnel começará ainda neste primeiro semestre.

“Hoje é um dia histórico. Estou vindo aqui acompanhado das equipes que estão dirigindo de maneira competente esse projeto tão importante para Niterói. Para chegarmos ao dia de hoje, nós vencemos 50 etapas, desde a conquista dos recursos no Ministério das Cidades, passando pela análise do Ministério do Planejamento, pelo Ministério da Fazenda, pelo Banco Central, pela Caixa Econômica Federal, pelo Iphan, Tribunal de Justiça, Câmara de Vereadores, Tribunal de Contas da União e Tribunal de Contas do Estado. Esse processo é o mais avaliado e acompanhado da história de Niterói. Nós estamos trabalhando e conduzindo essa obra com muita transparência, e sobretudo com o compromisso com a cidade de tornar realidade, como a gente está começando a tornar hoje, esse projeto sonhado há 40 anos. Nesse primeiro semestre o túnel será perfurado. Até o início de 2016 estará concluído o processo de perfuração, e no ano que vem a gente entrega a obra”, afirmou.

O chefe do Executivo municipal visitou o canteiro de obras acompanhado do vice-prefeito Axel Grael, dos secretários municipais de Obras, Domício Mascaranhas; de Urbanimo, Verena Andreatta; de Governo, Rio Gianini; de Conservação e Serviços, Dayse Monassa, além de diretores da Emusa e do consórcio responsável pela construção; além do presidente da Câmara Municipal, Paulo Bagueira e de vereadores.

Axel Grael destacou que no local onde a obra está sendo iniciada há várias marcas da atual gestão e falou sobre as compensações ambientais da obra.

“Essa é uma obra que muda a geografia da cidade, já que vamos unir a Região Oceânica às praias da Baía, fazendo com que a vida das pessoas mude, porque terão um acesso muito melhor, o cotidiano delas será melhor. Aqui temos todo o esforço do governo na área de mobilidade; temos emoldurando o Parnit, que é o maior parque de Niterói, iniciativa que fez com que a cidade tenha hoje 43% do território protegido. Todos os cuidados ambientais nesse projeto foram tomados. Temos um estudo detalhado, que é o instrumento de gerenciamento ambiental dessa obra, e dele surgem vários outros compromissos da prefeitura como, por exemplo, a compensação das árvores que estão sendo retiradas do local. Para cada uma dessas árvores vamos repor pelo menos 10 árvores na orla da Lagoa de Piratininga. Vamos implantar parques na região a partir da TransOceânica”, explicou.

O presidente da Câmara, Paulo Bagueira, ressaltou a dinâmica e o compromisso do governo municipal com as questões públicas.

“E isso que nos inspira e motiva em estarmos aqui hoje para acompanhar as ações, fazendo nosso papel de fiscalizar. Estamos com a expectativa de que essa obra tão importante para Niterói, fique pronta no próximo ano. A relação que o prefeito construiu com os governos estadual e federal proporcionou um grande avanço para as questões da cidade e essa obra é um exemplo”, destacou Bagueira
Fonte: Prefeitura de Niterói




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.