quarta-feira, 1 de abril de 2015

Delegações da Vela dos EUA e Alemanha escolhem Niterói para treinamento pré-olímpico


Enseada de São Francisco vista do Parque Municipal de Niterói (PARNIT). A Enseada, de importância histórica para a vela do Brasil, concentra-se a infraestrutura náutica de Niterói (Clube Naval, Rio Yacht Club - "Sailing", Iate Clube Brasileiro, Iate Clube Icaraí, Praia Clube São Francisco, Iate Clube Jurujuba e Projeto Grael), considerada uma das melhores do país. À esquerda, o Clube Naval Charitas.


Autor: Pedro Fideles

Inúmeras cidades brasileiras, além do Rio de Janeiro, devem receber atletas de 205 delegações estrangeiras. Com esportistas espalhados pelo país, uma legião de turistas, brasileiros e estrangeiros, se deslocam para acompanhar suas seleções

Faltando pouco menos de 500 dias para o início dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mais duas delegações anunciaram o local de treinamento de seus atletas. Niterói foi a cidade escolhida pelas equipes de vela olímpica dos Estados Unidos e da Alemanha. Localizado às margens da Baía de Guanabara, o Clube Naval Charitas receberá as duas delegações que enviarão cerca de 100 integrantes, entre atletas, técnicos e equipe de apoio. A escolha da cidade se deu, especialmente, pelas condições climáticas favoráveis, como a predominância de ventos e a movimentação das marés, essenciais em modalidades como a vela olímpica.

A cidade de Niterói, localizada a 13 quilômetros da capital carioca, é banhada pela Baía de Guanabara e pelo oceano Atlântico - e recortada por 13 praias e uma marina pública, que atende à demanda de pequenas e médias embarcações. Além das belezas naturais, Niterói possui outros atrativos turísticos como o Museu de Arte Contemporânea, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, e a Ponte Rio-Niterói, considerada um dos cartões postais do país.

Ao se hospedarem por inúmeras cidades brasileiras, os atletas atraem para além do Rio de Janeiro um grande número de turistas. No ano passado, durante a Copa do Mundo, os estrangeiros visitaram mais de 491 municípios brasileiros. Para o ministro do Turismo, Vinícius Lages, é uma forma de apresentar o potencial do país aos visitantes e conquistar o público que visita o Brasil pela primeira vez. “A satisfação do turista estrangeiro com a hospitalidade se reflete na intenção de retorno ao país, de 95,3%”, diz.

O Ministério do Turismo estima que 380 mil estrangeiros visitem o país durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, que serão realizados entre os dias 5 a 21 de agosto, e de 7 a 18 de setembro de 2016, respectivamente. No início do ano, a delegação canadense de atletismo anunciou que faria da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG) seu centro olímpico. Já a Grã-Bretanha, decidiu que treinaria seus atletas de natação e atletismo na Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Nos próximos dias, outras delegações devem anunciar seus centros de treinamento.

Começou nesta terça-feira (31) a inscrição para a venda de ingressos dos jogos olímpicos de 2016. Os torcedores já podem pedir entradas para a maior parte das 700 competições esportivas previstas. Em junho acontece o sorteio da primeira fase de vendas e, em julho, começa a segunda etapa de solicitação de entradas, com sorteio em setembro. Os preços variam entre R$ 40 e R$ 600.

Clique aqui e ouça comentário do ministro Vinicius Lages, sobre benefícios da presença de delegações olímpicas à promoção de destinos nacionais.

Fonte: Ministério do Turismo


----------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Vela em 2016: Niterói possui seis delegações confirmadas





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.