quarta-feira, 29 de abril de 2015

NITERÓI AVANÇA PARA SEXTO LUGAR NO RANKING NACIONAL DO SANEAMENTO




O Instituto Trata Brasil, fundado em 2007, divulga anualmente o Ranking do Saneamento, avaliando os resultados dos 100 maiores cidades no Brasil, a partir dos dados oficiais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento - SNIS.

A organização divulgou hoje o relatório com o Ranking do Saneamento de 2015, que espelha os dados do SNIS referentes a 2013.

O relatório mostrou um ótimo resultado para Niterói. A cidade, que vinha decaindo a cada ano no ranking, mostrou que em 2013 (primeiro ano da atual administração municipal) reverteu a tendência de queda e deu um salto a frente, passando do 14 lugar para sexto

Veja os dados de Niterói abaixo:

  • Ranking de 2011 (dados referentes a 2009): 09 lugar
  • Ranking de 2012 (dados referentes a 2010): 09 lugar
  • Ranking de 2013 (dados referentes a 2011): 12 lugar
  • Ranking de 2014 (dados referentes a 2012): 14 lugar
  • Ranking de 2015 (dados referentes a 2013): 06 lugar

O resultado positivo espelha os investimentos da Concessionária Águas de Niterói, realizados mediante a prioridade da Gestão Rodrigo Neves para o saneamento.

A expectativa é que Niterói tenha um resultado ainda melhor nos próximos relatórios do Instituto Trata Brasil, considerando a intensificação das obras de saneamento, principalmente na região de Pendotiba, que ainda não contava com rede de esgoto. Com a conclusão das obras em 2016, estimamos que Niterói esteja dentre as três melhores do país.

Além de Pendotiba, dentre outras ações na área de saneamento, Niterói avançou no tratamento de esgoto da Região Oceânica, implantou a rede de esgoto e tratamento na Ilha da Conceição e vem desenvolvendo o projeto Enseada Limpa, que tem mostrado resultados significativos na balneabilidade da Enseada de Jurujuba.

O relatório do ranking traz uma constatação preocupante: dentre as 20 piores cidades em saneamento no país, cinco são da Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara. São elas: Belford Roxo (82 lugar), Nova Iguaçu (87 lugar), Caxias (88 lugar), São Gonçalo (90 lugar) e São João de Meriti (91 lugar).

A capital do estado, o município do Rio de Janeiro, está na 56 posição.

O resultado mostra que ainda temos muito a avançar para ter a Baía de Guanabara despoluída, mas que a experiência de Niterói pode ser uma referência para as demais cidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Parabéns à Niterói e que sigamos em frente no caminho de transformar a nossa cidade no melhor lugar para se viver e ser feliz!

Axel Grael


-----------------------------------------------

RANKING DO SANEAMENTO - Avanço tímido do saneamento básico nas maiores cidades compromete universalização em duas décadas

O novo Ranking do Saneamento nas 100 Maiores Cidades, feito pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a consultoria GO Associados, teve como base os números do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS ano 2013) traz a situação do acesso da população aos serviços de água tratada, coleta e tratamento de esgotos nas 100 maiores cidades do Brasil, onde vive 40% da população. O relatório mostra que os avanços continuam tímidos se pensarmos em atingir a universalização dos serviços em 20 anos (prazo do Plano Nacional de Saneamento Básico – 2014 a 2033).

Em relação à coleta dos esgotos, por exemplo, o estudo mostra que 48,6% da população recebia este serviço em 2013, ou seja, cerca de 100 milhões de brasileiros não tinham acesso. Apenas 39% dos esgotos foram tratados, o que significa que mais de 5 mil piscinas olímpicas de esgotos não tratados foram jogadas por dia na natureza naquele ano.

Além dos indicadores tradicionalmente divulgados, o estudo traz ainda uma série histórica dos avanços no país e nas capitais no período 2009 a 2013, bem como o volume de esgotos lançados na natureza pelas capitais em cada região.

Fonte: Instituto Trata Brasil

-----------------------------------------------

Acesse os relatórios divulgados pelo Instituto Trata Brasil:

Relatório Completo
Release
Tabela das 100 cidades


-------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Projeto Grael divulga relatório para contribuir para a solução do lixo flutuante na Baía de Guanabara

SANEAMENTO EM NITERÓI
NITERÓI NO JORNAL NACIONAL: bons resultados na prevenção ao desperdício de água
CRISE DA ÁGUA - RJTV dá destaque à experiência de Niterói com políticas para a economia de água
Nascentes de Niterói estão sendo mapeadas
Ilha da Conceição ganha sistema de coleta de esgoto sanitário
PROGRAMA REGIÃO OCEÂNICA SUSTENTÁVEL (PRO-SUSTENTÁVEL): Aprovada a liberação de R$ 250 milhões para Niterói
Pelo menos 450 imóveis de Niterói não estão ligados ao sistema coletor de esgoto
SANEAMENTO EM NITERÓI CONTINUA AVANÇANDO: Começam obras de implantação da ETE Maria Paula
Matéria de O Globo dá destaque ao saneamento em Niterói
AVANÇA O SANEAMENTO EM NITERÓI: Ilha da Conceição terá 100% de água e esgoto tratados
Niterói terá 100% de esgoto tratado até 2018 - Plano de Saneamento Ambiental investirá R$ 120 milhões
Município vai receber investimentos de R$ 120 milhões em saneamento básico até 2017
Niterói é a cidade que mais protege a Baía de Guanabara
Aterro de Seropédica passa a descontaminar o material poluente
Reunião entre Prefeitura e Inea sela fim de despejo de chorume em estação de tratamento de Niterói

Saiba também sobre as iniciativas do programa Enseada Limpa:PRIMEIROS TESTES DA ECOBARREIRA DO CANAL DE SÃO FRANCISCO, NITERÓI
Ações do programa Enseada Limpa são apresentadas a comunidades de Jurujuba, Preventório, Charitas e São Francisco
ENSEADA LIMPA: Conheça detalhes do Plano de Ação 2014 para a despoluição da Enseada de Jurujuba
Programa Enseada Limpa entra em nova etapa
Niterói lança programa para despoluir Enseada de Jurujuba
ENSEADA LIMPA - resultados de balneabilidade de Charitas são animadores
ENSEADA LIMPA: mutirão de limpeza na Grota do Surucucu é mais uma ação pela despoluição da enseada de Jurujuba
ENSEADA DE JURUJUBA LIMPA - despoluição começa a sair do papel

Outras postagens
Agência Nacional de Águas (ANA) divulga relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil – Informe 2014
SANEAMENTO NA BAÍA DE GUANABARA: Secretário de Desenvolvimento Julio Bueno fala das estratégias para atrair investimentos privados através de PPP´s






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.