sábado, 26 de setembro de 2015

Concha Acústica de Niterói passará por revitalização e ganhará equipamentos de esporte e lazer



Espaço na região central de Niterói vai ganhar pista de caminhada e terá suas quadras reformadas
Foto: André Redlich


Marina Assumpção

Previsão é que obras sejam iniciadas até 31 de outubro. Serão investidos R$ 600 mil

A Concha Acústica de Niterói, em São Domingos, vai passar por uma revitalização ainda este ano. De acordo com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, o espaço vai ganhar pista de caminhada, reforma das quadras de tênis e basquete, entre outras intervenções. As obras estão previstas para começar em outubro. A ideia é transformar o espaço, atualmente sem manutenção, em um parque esportivo.

Segundo o Secretário Municipal de Esporte e Lazer, Bruno Souza, o projeto, com recursos da União, está na fase final, sendo avaliada sua viabilidade pela Caixa Econômica Federal. A intenção é que as obras sejam iniciadas até o dia 31 de outubro. Serão investidos no projeto cerca de R$ 600 mil.

“A Caixa está analisando se o valor da revitalização está viável, assim que terminar esta etapa, vamos fazer uma licitação para definir qual empresa será a responsável pelas obras. Definindo isso, o início será imediato, o intuito é concluir as obras até os Jogos Olímpicos de 2016”, explicou.

 Entre as intervenções previstas está a construção de uma quadra de tênis e a reforma da outra já existente. Também será feita uma pista de caminhada/corrida em volta do espaço, a implantação de equipamentos de ginástica, a substituição dos postes de luz, a revitalização da quadra de gateball e da quadra de basquete. Também será criado um espaço kids, com equipamentos de recreação infantil.

“Antes de definir quais mudanças seriam feitas, fizemos uma pesquisa com a população para ver quais esportes são mais praticados. Entre eles está o gateball, esporte japonês, e o tênis para cadeirantes, um projeto muito legal que temos orgulho de ter na Concha. Seria injusto escolher os esportes sem saber a demanda da população. A quadra de basquete que será reformada também é muito utilizada por praticantes de Niterói, São Gonçalo e até Itaboraí”, declarou.

O secretário ainda disse que estudantes da UFF costumam passar pelo local para encurtar o trajeto. Por isso, o projeto prevê um caminho demarcado de um portão para o outro, para que a circulação pelo ambiente aconteça com mais conforto.

“A comunidade será agraciada com essa revitalização, pois acredito que seja o único espaço no centro da cidade que possa servir como ponto de encontro, para esporte e convívio. A expectativa é potencializar os equipamentos, pois se a população já utiliza a Concha sem a manutenção correta, imagina quando tivermos um parque esportivo adequado”, relatou.

Bruno afirmou ainda que o novo espaço deve abrigar os Jogos Escolares de Niterói no ano que vem.

“Um dos nossos objetivos é ter um espaço que comporte os jogos, pois atualmente realizamos as partidas em quadras de escolas da cidade. É um projeto importante, pois não vamos mais depender de empréstimo desses colégios. A ideia é que ano que vem os jogos ganhem ainda mais força com a nova sede”, explicou.

Ainda de acordo com a Secretaria, uma parte do terreno da Concha Acústica será cedido para a Ampla para a construção da “Casa do Futuro”. Segundo o órgão, será estipulado um valor para o terreno e, através de medição do tamanho do local e avaliação de valores do tempo de concessão, que será de 10 anos, será definida a quantia que a Ampla deverá investir em colaboração na revitalização do espaço. Segundo Bruno, entre as mudanças já pensadas está a reforma da iluminação, paisagismo ao redor da construção da casa, uma nova quadra de basquete, entre outras alterações que serão definidas após estipulado o valor.

Construção da casa do futuro inicia em novembro

A Enel Brasil vai começar a construir o projeto da Casa do Futuro, ao lado da Concha Acústica, em novembro, como parte do projeto Nós Vivemos o Amanhã (NoVA). A ideia é terminar a construção da residência antes das Olimpíadas 2016. A casa sustentável vai reduzir em até 85% o volume de resíduos e em 80% a emissão de carbono em comparação com uma casa do mesmo tamanho. O projeto contará com cerca de R$ 5 milhões de investimentos por meio de recursos de Pesquisa & Desenvolvimento da Ampla, além do apoio de empresas parceiras.

A casa será autossuficiente em água e energia, e contará com medição e exibição em tempo real do consumo de água, energia e gás por meio de um equipamento de medição inteligente. A casa também terá aparelhos elétricos inteligentes, o piso usará passos para gerar energia, um biodigestor produzirá gás, a partir de resíduos orgânicos, para ser usado na cozinha, e uma horta orgânica será construída para produção de alimentos, cobrindo uma área de 1.000 m².

Esta será a primeira casa do futuro do mundo que funcionará como um “living lab”, onde as pessoas vão cooperar com o projeto, vivendo no local e testando diariamente as soluções inovadoras.

“A ideia surgiu a partir de uma necessidade da Enel Brasil, holding da qual a Ampla faz parte, de entender melhor como serão os hábitos ligados ao consumo de energia elétrica no futuro. Identificamos que precisávamos incluir a sociedade nessas discussões até mesmo para entender como vamos nos adaptar ao mercado no futuro. As mudanças vão continuar acontecendo, cada vez mais rápido, e queremos tentar nos antecipar a elas”, explicou Janaina Vilella, Diretora de Comunicação da Enel Brasil.

Para testar a eficácia dos modernos aparelhos instalados na casa, uma família vai morar na residência por um tempo, o que tornará a experiência ainda mais realista.

“A casa poderá ser habitada por pessoas dispostas a colaborar com o projeto. Depois de pronta, o espaço se transformará em um laboratório para pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, serviços e de comportamento. As pessoas serão escolhidas de acordo com as necessidades da pesquisa acadêmica”, concluiu Janaina.

Fonte: O Fluminense



-----------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

SUSTENTABILIDADE - NITERÓI TERÁ UM PROTÓTIPO DA "CASA DO FUTURO"
CASA SUSTENTÁVEL: Prefeitura e Ampla apresentam projeto NO.V.A. - Nós Vivemos o Amanhã
Concha Acústica de Niterói ganhará pista de corrida e campo de grama sintética






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.