quarta-feira, 10 de maio de 2017

ROTA GASTRONÔMICA DA REGIÃO OCEÂNICA: para todos os bolsos e sabores




Rota Gastronômica possui 23 estabelecimentos em 10 quilômetros
Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói


Prefeitura de Niterói e empresários apostam no crescimento econômico e sustentável para a Região Oceânica

Niterói deu mais um passo para se consolidar como um dos maiores indutores de turismo do Estado do Rio de Janeiro, se consagrando também como um dos principais polos gourmets. Na noite de segunda-feira (08) foi lançada a Rota Gastronômica da Região Oceânica. São 23 estabelecimentos que oferecem, em 10 quilômetros de roteiro, um cardápio com variedades para todos os bolsos e paladares.

Os empresários deram o pontapé inicial para um trabalho mais aperfeiçoado e de qualidade no que se refere à rica gastronomia encontrada nos restaurantes dessa região, garantindo assim um serviço de primeira linha. O projeto de criação da Rota da Região Oceânica foi organizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro (Sebrae/RJ), incentivado pela Prefeitura de Niterói por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Indústria Naval, apoiado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, pela Associação Comercial de Niterói e pelos donos dos restaurantes.

A rota da Região Oceânica difere um pouco dos outros polos já existentes na cidade, na orla de São Francisco e no Jardim Icaraí, pois é formado por restaurantes localizados em quatro bairros: Cafubá, Engenho do Mato, Piratininga e Itaipu. A consolidação da rota permite, segundo o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, um planejamento ampliado por parte do poder público para apoio aos empresários, com logísticas que incluem ordenamento de ruas, presença de guardas-municipais e os projetos que estão sendo desenvolvidos para o crescimento da região.

Durante o lançamento da rota, Rodrigo Neves lembrou que a Região Oceânica, durante muitos anos, deixou de receber atenção e, historicamente, ficava isolada.

“A região tem belezas naturais, praias, lagoas e matas preservadas. Temos ajudado e apoiado com iniciativas concretas para o empreendedorismo na cidade, e com o setor de gastronomia não será diferente. Criamos a lei de incentivo aos 52 cervejeiros, o que também significa mais postos de trabalho. Todos esses incentivos geram emprego e renda para a cidade. Além disso, hoje, o niteroiense não precisa mais procurar opções gastronômicas e de entretenimento no Rio”, disse o prefeito.

Marines Bretas, representante do Sebrae, explicou que a organização de empresários e de todas as entidades envolvidas e poder público fará com que a economia e o turismo, não só da região, mas da cidade possa ainda mais economicamente. O lançamento contou com o presidente do Clube de Diretores Lojistas (CDL) de Niterói, Fabiano Gonçalves; do Sindilojas, Charbel Tauil, entre outros empresários e autoridades municipais.

Fonte: O Fluminense











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.