domingo, 23 de setembro de 2012

Parques em Niterói: Rodrigo e Grael lançam manifesto "Niterói Cidade Mais Verde e Sustentável"


Rodrigo Neves e Axel Grael durante o evento de lançamento do Programa de Gestão de Parques.

O candidato a prefeito pela coligação “Vamos, Niterói”, Rodrigo Neves, e o seu vice, Axel Grael, lançaram, na manhã desta sexta-feira (21 de setembro), Dia Mundial da árvore, o Programa de Gestão de Parques, na Fazendinha, no Sapê. Na localidade, conhecida como “Caixa D’Água”, foram plantadas 50 mudas com a participação dos candidatos, entre acácias, cedros, paus-ferros, urucuns e ipês amarelos. Na ocasião,

Rodrigo leu manifesto intitulado “Niterói – Cidade Mais Verde e Sustentável”.

Após o lançamento do Programa de Gestão de Parques, Rodrigo Neves e Axel Grael fizeram uma caminhada no bairro do Sapê, onde conversaram com moradores e ouviram as reivindicações das famílias, entre elas a implantação do programa Médico de Família, o que foi assegurado por Rodrigo, em caso de vitória nas eleições de outubro.

A atual administração da prefeitura, através do decreto “Bairro Modelo”, escolheu a “Fazendinha” para construir 5 mil moradias. A medida, além de desapropriar as famílias que moram há mais de 80 anos no local, desmataria uma área de cerca de 1 milhão e 300 mil hectares de mata atlântica. No lugar, moram cerca de 350 famílias e, no entorno, habitam cerca de 50 mil pessoas. Rodrigo Neves e Axel Grael se declararam contra a construção do bairro modelo.

“Esse modelo de construção de conjuntos com muitas unidades de moradia já não funciona no Brasil. O que queremos é criar pequenos condomínios, com poucas unidades, para abrigar moradores que foram desabrigados, mas próximo de onde esses moradores são oriundos”, disse Rodrigo Neves.

Para o morador Jorge Azevedo, 52 anos, nascido no local, próximo a uma escolinha de futebol, o atual governo não poderia tomar uma atitude nesse sentido, de forma arbitrária, sem antes ter ouvidor a comunidade. Já para o agrônomo José Geraldo, 57 anos, que mora na Fazendinha há 31, acredita no potencial ecológico da área. “Pendotiba não tem uma área de lazer. Onde as pessoas possam curtir a natureza,

caminhar, fazer trilhas. Aqui, a área já está praticamente pronta, o investimento seria muito pouco. Com o crescimento desorganizado que existe hoje em Niterói, essa seria uma área de lazer para a nossa comunidade e para os moradores do entorno. Podem ser desenvolvidos projetos sustentáveis. É isso que a comunidade quer discutir com a prefeitura”, reivindicou o morador.

A coligação “Vamos, Niterói” pretende estruturar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente com orçamento compatível e contratação de mais servidores, através de concurso público, para que seja exercida a gestão adequada da política ambiental da cidade. Além disso, o meio ambiente estará no centro das tomadas de decisão do governo e será uma responsabilidade e uma prioridade de toda a administração municipal, não ficando a cargo de apenas uma secretaria.

“Estamos em um espaço importante da cidade, no coração de uma área urbana, onde 40% do nosso território ainda tem floresta, isso sem investimento nenhum. As unidades de conservação criadas pela prefeitura não saíram do papel, como o Parque Darcy Ribeiro. É fundamental que tenhamos uma gestão focada no meio ambiente, fazer com que áreas sejam protegidas, mas sem conflitos com comunidades”, declarou Axel Grael.

No manifesto, Rodrigo Neves e Axel Grael consideram que a proteção das áreas verdes existentes e a implantação de novas áreas são obrigações da prefeitura e medidas fundamentais para proteger a biodiversidade, os mananciais e a exuberante paisagem da cidade. Além disso, proteger os ecossistemas previne os riscos de instabilidade das encostas, a formação das ilhas de calor e promove qualidade de vida.

Nesse manifesto, alguns compromissos são assumidos pela coligação “Vamos, Niterói”: a implantação do Projeto Parques de Niterói, dando atenção a formação de parques ecológicos através das áreas urbanas da cidade; ampliação dos limites do Parque da Cidade, com a implantação de uma área protegida no Morro da Viração, desde do Morro do Santo Inácio, até Jurujuba; e a criação de uma área protegida na região da Fazendinha, entre outras.



---------------------------------------------------------------
Conheça o manifesto Niterói Mais Verde e Sustentável 
---------------------------------------------------------------

 
NITERÓI
CIDADE MAIS VERDE E SUSTENTÁVEL

Niterói é uma cidade florestal. Somos da Mata Atlântica. E temos ainda muitas áreas de florestas que mesmo abandonadas pela Prefeitura, se mantiveram graças à atuação da sociedade civil. Outros ecossistemas importantes são os rios, as lagoas de Piratininga e Itaipu, as praias, a Baía de Guanabara, nossas ilhas e costões rochosos e o mar que banha nossa costa.

Apesar da riqueza do seu patrimônio natural, Niterói ainda não conta com uma política pública de conservação. Como consequência, vemos as florestas sendo consumidas pelo fogo, as unidades de conservação municipais sendo degradadas pelo abandono e a falta de gestão e praias e lagoas sofrendo com a poluição e a desordem.

Rodrigo Neves e Axel Grael consideram que a proteção das áreas verdes existentes e a implantação de novas áreas é uma obrigação da Prefeitura e que são medidas fundamentais para proteger a biodiversidade, os mananciais e a exuberante paisagem da cidade. Além disso, proteger os ecossistemas previne os riscos de instabilidade das encostas, a formação das ilhas de calor e promove a qualidade de vida.

Rodrigo Neves e Axel Grael entendem que os investimentos em conservação da natureza devem ser considerados também como partes integrantes da estratégia de desenvolvimento da cidade, tendo em vista os benefícios econômicos gerados pelos ecossistemas, a geração de empregos por atividades como o ecoturismo e a garantia de um futuro sustentável.

Neste ato, Rodrigo Neves e Axel Grael assumem os seguintes compromissos: 
  • Implantar o Projeto Parques de Niterói (PARNIT), incluindo todos os principais remanescentes de ecossistemas, parques, monumentos naturais e praias, dando especial atenção à formação de corredores ecológicos através das áreas urbanas da cidade.
  • Implantar a área protegida Darcy Ribeiro, que fará parte do Parque Estadual da Serra da Tiririca em co-gestão com o Estado (INEA)
  • Cooperar com o INEA na gestão do Parque Estadual da Serra da Tiririca
  • Implantar uma área protegida no Morro da Viração, desde o Morro do Santo Inácio até Jurujuba, ampliando os limites do Parque da Cidade.
  • Implantar a infra-estrutura para promover a visitação e a proteção da Praia do Sossego, que será um parque, inaugurando um novo modelo de gestão de praias;
  • Implantar uma área protegida na região da Fazendinha, no Sapê;
No que se refere à gestão, assumem os seguintes compromissos: 
  • Estruturar a Secretaria de Municipal de Meio Ambiente, com orçamento compatível e concurso público, para que exerça a gestão adequada da política ambiental da cidade
  • Garantir o repasse dos recursos do ICMS Verde e parte dos Royalties do petróleo para o Fundo Municipal do Meio Ambiente
  • Meio ambiente estará no centro das tomadas de decisão do governo e será uma responsabilidade e uma prioridade de toda a administração municipal, não apenas da Secretaria de Meio Ambiente
Rodrigo Neves e Axel Grael reiteram o seu REPÚDIO ao projeto BAIRRO MODELO do atual governo, que pretendia implantar um conjunto habitacional com 5000 moradias na região da Fazendinha. O projeto contraria a nossa concepção de política habitacional. Rodrigo Neves atenderá a demanda habitacional com projetos habitacionais menores, integrados aos bairros de origem das famílias a serem atendidas.


Rodrigo Neves                                  Axel Grael

2 comentários:

  1. Tenho duas sugestões:
    1 - Parceria com o Governo Estadual para consolidação do Jardim Botânico de Niterói. Única área verde do bairro, tem área 5 vezes maior do que o Campo de São Bento e há anos não tem recursos orçamentários.
    2 - Proposta para reformulação do Conselho de Meio Ambiente com a inclusão de representantes da sociedade civil. Hoje só tem a representação de uma determinada ONG, excluindo a participação de todas as outras.

    ResponderExcluir
  2. Caro Axel Grael pois competência para implantar os projetos e assumir estes compromissos com a sociedade, tem de sobra. É isso, Niteroi precisa de um representante socioambientalista de verdade com uma visão de sustentabilidade. Apesar de não morar aí tenho esta cidade no coração. Ruma a vitória.

    Marcelo Soares
    INEA/APAGM

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.