quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Comitiva de Moçambique visita Niterói para conhecer trabalho da Defesa Civil

Recebendo os visitantes de Moçambique na sala do prefeito Rodrigo Neves.

Secretário de Cultura Arthur Maia mostrou que conhece bem e admira a cultura moçambicana.

Delegação visita o MAC.

Visita à área do do Morro do Bumba.

Visita à comunidade do Morro da Penha.

No Morro da Penha, explicações da equipe técnica da Defesa Civil de Niterói sobre o trabalho desenvolvido na comunidade.


Uma delegação de técnicos do Centro de Desenvolvimento Sustentável - Zonas Urbanas (CDS - ZU), do Ministério para a Coordenação da Acção Ambiental (MICOA) de Moçambique visitou hoje a Prefeitura de Niterói. O principal interesse dos colegas moçambicanos era conhecer políticas públicas de gestão urbana diante das mudanças climáticas.

Buscaram conhecer detalhes do desastre do Morro do Bumba, do Plano Chuvas de Verão desenvolvido pela Prefeitura de Niterói para prevenir a repetição daquele triste episódio, as iniciativas de fortalecimento da área de Defesa Civil na cidade e os projetos de contenção de encostas e de prevenção a inundações.

Com o secretário municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Bira Marques, conheceram as políticas públicas e a legislação relacionadas ao atendimento da população atingida por esses desastres naturais.

O momento descontraído ficou por conta da participação do secretário municipal de Cultura, Arthur Maia, que falou de suas experiências em nas turnês como músico a Moçambique e impressionou ao mostrar grande intimidade e respeito com os grandes nomes das artes daquele país.

Participantes da Comitiva Moçambicana:

Lucas Cumbeza: director do Centro de Desenvolvimento Sustentável - Zonas Urbanas (CDS - ZU), Nampula.

Justina Muianga: Chefe da Repartição de Documentos e Informação

Adalberto Moulinho: Chefe do Departamento de Formação

Egídio Armando: técnico do Ambiente

A comitiva teve o apoio de Alberto Lopes, coordenador do IBAM - Instituto Brasileiro de Administração Municipal.

---------------------------------------------------------------------------------

Grael recebe missão oficial de Moçambique
Comitiva veio conhecer ações da Prefeitura para enfrentar as mudanças climáticas

O vice-prefeito de Niterói recebeu na manhã desta quarta-feira (23), uma missão oficial de Moçambique ao Brasil. Axel Grael conversou com quatro integrantes do Centro de Desenvolvimento Sustentável (CDS Zonas Urbanas) do Ministério para a Coordenação de Ação Ambiental do país africano. Eles vieram à cidade conhecer as ações que a Prefeitura de Niterói vêm desenvolvendo para enfrentar o problema das mudanças climáticas.

Durante a reunião com a comitiva de Moçambique, Axel Grael fez uma exposição sobre o que a Prefeitura tem feito para diminuir os impactos das recentes chuvas na cidade. O vice-prefeito destacou, por exemplo, a parceria feita com a Prefeitura do Rio de Janeiro que fez com que Niterói passasse a ter uma mesa no Centro de Operações e pudesse monitorar o clima em tempo real. Axel Grael comentou também sobre o Plano de Chuvas de Verão, que vai integrar todas as secretarias municipais em ações para reduzir os efeitos da chuva. O vice-prefeito conversou com os moçambicanos sobre a modernização na Defesa Civil Municipal que passou a contar com meteorologistas, geólogos e engenheiros.

Outras ações citadas por Axel foram a implantação dos Nudecs (Núcleos de Defesa Civil) nas comunidades, bem como os trabalhos preventivos de vistorias, interdições de casas e cadastramento de famílias e a futura instalação de 29 sirenes em pontos críticos da cidade para alertar moradores sobre os riscos de deslizamento.

O vice-prefeito comentou ainda com a comitiva africana sobre os planos da Prefeitura de Niterói de construir 5 mil casas e da montagem de um Centro de Operações, nos moldes do existente no Rio, que vai integrar as forças de segurança, além da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e equipes da Secretaria de Saúde. Ao ouvir a explanação de Axel Grael, um dos representantes de Moçambique, Adalberto Moulinho, sugeriu que fosse criado uma plataforma de comunicação entre o país africano e Niterói para que eles possam acompanhar os projetos desenvolvidos pelo município, ideia que foi aprovada pelo vice-prefeito.

À tarde, acompanhados do subsecretário municipal de Defesa Civil, coronel Antônio Maia, os moçambicanos foram conhecer o MAC (Museu de Arte Contemporânea), na Boa Viagem e, em seguida, visitaram o morro do Bumba e, por último, morro da Penha, na Ponta da Areia. No fim da visita, os moçambicanos viram de perto uma das ações que a Prefeitura vem realizando em comunidades da cidade: um posto móvel montado no morro da Penha, na Ponta da Areia. Nele, os agentes estão cadastrando moradores que serão treinados para integrarem os Nudecs, além de recebê-los para marcar vistorias e informar sobre interdições.

Fonte: Folha de Niterói

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.