quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Niterói ganha sua primeira estação meteorológica

 


Equipamento instalado no Centro, em parceria com o governo do estado, vai ajudar a prefeitura nas ações de prevenção às chuvas

Em parceria com o governo estadual, a Prefeitura de Niterói iniciou na manhã desta quarta-feira (27/02) a implantação da primeira estação meteorológica da cidade. O equipamento, que vai transmitir em tempo real informações sobre umidade, pressão atmosférica, índice pluviométrico, além da direção e velocidade dos ventos, foi instalado no morro da Detenção, no Parque das Águas, no centro do município.

A instalação foi acompanhada pelo vice-prefeito de Niterói, Axel Grael. Ele disse que, com a estação, o município terá mais capacidade de desenvolver ações preventivas.
 
"Com esse equipamento, teremos mais capacidade de previsibilidade dos eventos climáticos. Vamos nos planejar e deixar de ter uma ação puramente reativa. Sairemos daquela sequência de 'choveu / socorre / faz obra' para uma ação pró-ativa que vai prevenir os problemas. Com isso, podemos evitar que danos aconteçam, principalmente na vida dos moradores da cidade", afirmou Grael.


Sairemos daquela sequência de 'choveu / socorre / faz obra' para uma ação pró-ativa que vai prevenir os problemas.

O equipamento da estação meteorológica foi instalado em uma torre com altura de cerca de dez metros. O local será cercado, gramado e terá um portão. Inicialmente, entre 15 a 20 dias, a estação funcionará em caráter experimental e passará por uma fase de testes. De acordo com Axel, o equipamento colherá dados da região do Centro.

 
 
Segundo o subsecretário de Defesa Civil de Niterói, coronel Antônio Maia, as informações coletadas serão transmitidas para os meteorologistas do órgão municipal. Eles vão decodificar essas informações, elaborar os boletins climáticos da cidade e passar os dados para a sociedade.
 
O vice-prefeito revelou que as informações serão transmitidas em tempo real. Segundo ele, os dados possibilitarão a geração de séries históricas de eventos climáticos. Axel Grael lembrou, ainda, da parceria com a Prefeitura do Rio, que fez com que Niterói passasse a ter uma cadeira no Centro de Operações no Rio de Janeiro, e que a cidade passará a produzir as suas próprias informações.
 
"A estação meteorológica transmitirá dados em tempo real. Estávamos usando dados do aeroporto Santos Dumont, que têm muita finalidade, mas não são os daqui. Têm dias que chove forte no Rio e não chove aqui (Centro). Chove na Região Oceânica mas não aqui", observou.
 
Axel adiantou que o objetivo da Prefeitura de Niterói é instalar outras três estações meteorológicas. Uma no Barreto, outra em Pendotiba e uma na Região Oceânica. Outros possíveis locais para instalação são Charitas e o quartel do Corpo de Bombeiros. Segundo o vice-prefeito, está nos planos também da administração municipal a implantação de estações de monitoramento do ar.
 
"Nossa ideia é cobrir todas essas áreas para podermos fazer uma gestão ambiental com mais informação e tecnologia. Queremos ter uma capacidade de agir antes dos eventos e não de forma reativa", explicou.
 
O vice-prefeito afirmou ainda que o projeto de instalação de sirenes de alerta em áreas críticas do município será feita em parceria com o governo estadual. Segundo Axel, serão implantados também nas comunidades os chamados Nudecs (Núcleos de Defesa Civil) que vão capacitar moradores sobre como agir em caso de fortes chuvas.
 

Um comentário:

  1. Vinícius P. Palermo2 de março de 2013 20:15

    Muito bom Axel a instalação de estações meteorológicas on line em pontos estratégicos de Niterói. São dados importantíssimos para muitos planejamentos. Irá funcionar como o site "Alerta Rio" da prefeitura do Rio - http://www0.rio.rj.gov.br/alertario/?
    Imagino um Alerta Nit. Excelente a iniciativa de capacitar moradores em como agir nos caso de Fortes Chuvas. Um grande estimulo ao "Disaster Education" que é referencia no Japão.
    Abs.

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.