terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Niterói entra na rota do turismo do Rio de Janeiro



Considerado um dos principais cartões postais de Niterói, MAC é um dos pontos fortes do turismo na cidade. Foto: André Redlich

Cerca de R$ 4 milhões serão investidos em obras de infraestrutura e sinalização para atrair público da Copa e Olimpíadas. Estimativa é o aquecimento do comércio

Com a chegada dos grandes eventos, como a Copa e as Olimpíadas, milhares de visitantes do mundo todo, virão para o Rio de Janeiro. Dona de um potencial invejável e de uma proximidade estratégica, Niterói prepara novos equipamentos para melhorar a infra-estrutura turística da cidade, de olho no crescimento do setor.

Cerca de R$ 4 milhões serão investidos na implantação do Complexo dos Fortes, na construção de oito Centros de Atendimento ao Turista (CATs) e em obras de adequação, sinalização turística e melhorias na infraestrutura do Caminho Niemeyer, que teve o Teatro Popular reaberto e ficará completo após a construção de todos os monumentos projetados pelo arquiteto que estão previstos na revitalização do Centro.

O projeto que pretende dar cara nova à região central da cidade também trará mais turistas com a criação dos corredores culturais. A prefeitura ainda comemora o primeiro ano do projeto Orla Guanabara e prepara o ParNit,com a intenção de explorar o turismo ecológico.

"...o ParNit está em fase final de estudos e irá transformar a cadeia de montanhas que fica entre a Zona Sul e a Região Oceânica, além da área verde da Zona Norte na fronteira com São Gonçalo, em áreas de conservação ambiental com a criação de parques ecológicos".


Elaborado pelo vice-prefeito Axel Grael, o ParNit está em fase final de estudos e irá transformar a cadeia de montanhas que fica entre a Zona Sul e a Região Oceânica, além da área verde da Zona Norte na fronteira com São Gonçalo, em áreas de conservação ambiental com a criação de parques ecológicos. Essas áreas receberão ações de reflorestamento, sinalização e infra-estrutura para a visitação turística.

O parque das montanhas entre a Zona Sul e a Região Oceânica (Morro da Viração), somados a Lagoa de Piratininga e a Serra da Tiririca, formarão um complexo de preservação ambiental que colocará o município em destaque quando o turista quiser estar em contato com a natureza.

Complexo dos Fortes é aposta para atrair turista que visita o Rio de Janeiro. Foto: André Redlich


No mês passado, o Ministro do Turismo, Gastão Vieira, esteve em Niterói e liberou R$ 4 milhões para investimentos no setor. A previsão é que sejam gastos R$ 850 mil em infraestrutura no Circuito dos Fortes, cerca de R$ 2 milhões para infraestrutura e sinalização de apoio ao turismo no Caminho Niemeyer e mais R$ 740 mil na construção dos  CATs e do Centro de Apoio.

O prefeito Rodrigo Neves comemorou o resultado da parceria feita com a prefeitura do Rio, que deu origem ao Roteiro Orla Guanabara, circuito que vai do forte de Copacabana até a fortaleza de Santa Cruz. Neste Roteiro, além do Forte Santa Cruz, estão inclusos os Fortes São Luís, Pico, Barão do Rio Branco e o Caminho Niemeyer. Segundo o chefe do Executivo municipal, o acordo já aumentou em 50% o número de visitantes na cidade.

Em novembro, Niterói sediou o terceiro Salão Estadual de Turismo. Para o presidente da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), Paulo Freitas, “o evento serviu para que o interesse pela cidade pudesse ser medido e o resultado foi extremamente positivo. Segundo Paulo Freitas, o ano de 2013 representou um expressivo crescimento no número de turistas em Niterói. “Esse aumento de turistas é fruto das estratégias de divulgação adotadas pela Prefeitura, como a participação em feiras do setor em diversas cidades do País”, afirma. Medidas, na orla, para dar mais conforto e segurança aos visitantes estão sendo estudadas.

Fonte: O Fluminense
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.