segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Niterói é a cidade que mais protege a Baía de Guanabara




A preocupação dos iatistas quanto às condições da Baía de Guanabara para a realização de competições da Olimpíada de 2016 será atenuada com a constatação de que Niterói é a cidade mais zelosa com a Baía e está atuando para melhorar as suas condições ambientais. Ontem um convênio foi assinado para a transferência do despejo do chorume de Seropédica para uma estação de tratamento secundário, no caso a ETE de Alegria, no Caju.

 Niterói é o município com 95% do seu esgoto tratado, mantém permanente a limpeza de suas praias e tem o melhor controle para evitar que cheguem à Baía detritos lançados em rios e em canais.

 As competições olímpicas acontecerão da entrada da Barra até a Ponte, trecho limítrofe do Rio e de Niterói. Os maiores problemas estão em municípios da parte interna da Baía, onde outras providências estão em andamento, inclusive com construção de eco-barreiras.

 Além da suspensão do recebimento de chorume em Icaraí, o encontro entre prefeitura e Inea selou outras iniciativas em parceria entre município e estado, entre elas a cogestão do Parque da Serra da Tiririca e o Parque Darcy Ribeiro.

“Agradeço, em nome de toda a cidade, a parceira do Inea com a prefeitura em várias frentes, especialmente na aprovação do estudo de impacto ambiental e da licença ambiental para a construção da TransOceânica. Também pactuamos ações em conjunto para que a obra seja executada da melhor forma possível garantindo os princípios da sustentabilidade”, disse Rodrigo Neves.

 O prefeito adiantou que a prefeitura, junto com a concessionária Águas de Niterói, deu entrada aqui no pedido de autorização para a construção da estação de tratamento de esgotos Maria Paula.

“Esse é um investimento importante que se integra aos esforços de melhoria do sistema de tratamento e coleta em Niterói que transformará a cidade num modelo para o Brasil” ressaltou Neves.
Com capacidade de 60 litros por segundo e investimento de R$ 27 milhões, a ETE Maria Paula atenderá os bairros de Maria Paula, Mata Paca, Vila Progresso e Muriqui. A previsão de conclusão é para 2015.

Ainda no encontro, foram apresentados, pelo vice-prefeito Axel Grael, projetos que estão sendo desenvolvidos com vistas ao financiamento solicitado ao Banco de Desenvolvimento Latino Americano - Cooperação andina de Fomentos (CAF). As iniciativas visam melhorias de infraestrutura urbana e ambiental na Região Oceânica.

 A presidente do Inea, Isaura Fraga, reforçou a importância da parceria e ressaltou a qualidade técnica da equipe municipal e dos projetos apresentados:

“São projetos que trazem benefícios reais para a cidade e o estado. Ações dessa natureza em Niterói são fundamentais e uma orientação do governador Luiz Fernando Pezão. Como Niterói tem uma equipe muito qualificada, isso facilita a ação do estado e desafoga a nossa estrutura para que possamos ajudar outros municípios que precisam de maior apoio do estado.”

Axel, por sua vez, explicou como se dará a parceria de cogestão entre estado e município: “O INEA é parceiro da Prefeitura de Niterói no Programa PRO-Sustentável, principalmente na gestão do Parque Estadual da Serra da Tiririca, na implantação do PARNIT, do Parque Orla de Piratininga e da Praia do Sossego. Estas unidades de conservação garantirão a integridade do belo relevo de montanhas que formam um "verdadeiro anfiteatro" no entorno da Região Oceânica e garantirão, também, a proteção do sistema lagunar e dos demais ecossistemas da região. Então, faz todo o sentido que esses dois parques funcionem em cooperação, em parceira. Estamos propondo justamente essa cogestão ao Inea".

Participaram da reunião também o secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hìdricos, Daniel Marques, a secretária de Urbanismo e Mobilidade Urbana e o presidente da Emusa, Guilherme Ribeiro.

Fonte: A Tribuna


-------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Reunião entre Prefeitura e Inea sela fim de despejo de chorume em estação de tratamento de Niterói

Sobre o PRO-SustentávelPROJETO REGIÃO OCEÂNICA SUSTENTÁVEL: Niterói recebe primeira missão oficial do CAF
Parque da Cidade ganha reforma para atrair turistas em Niterói
Prefeitura busca novas parcerias com o governo federal nas áreas de segurança e meio ambiente
Construindo uma parceria Prefeitura de Niterói / INEA: gestão de parques, cultura e esportes
PRO-SUSTENTÁVEL - PREFEITURA DE NITERÓI CAPTA RECURSOS PARA NOVO PROJETO PARA A SUSTENTABILIDADE DA REGIÃO OCEÂNICA
Morro da Viração, em são Francisco, ganha mudas de reflorestamento
'Niterói mais verde' será criado para proteger o meio ambiente
Prefeitura de Niterói anuncia PARNIT: áreas de interesse ambiental serão protegidas
Mudanças à vista: Parque da Cidade vai passar por reformas

Sobre o Plano de Saneamento Ambiental de Niterói
Niterói terá 100% de esgoto tratado até 2018 - Plano de Saneamento Ambiental investirá R$ 120 milhões
Município vai receber investimentos de R$ 120 milhões em saneamento básico até 2017




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.