domingo, 12 de outubro de 2014

Milhares de fiéis participaram de ato para a nova Catedral de Niterói


Com o tema “Com Maria Rumo à Nova Catedral”, o evento celebrado pelo arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, concentrou grande público na frente da atual sede da Catedral, na Rua São João. Foto: Marcelo Feitosa

A procissão e missa marcou o início da construção das obras da nova Catedral São João Batista, no Caminho Niemeyer. Foto: Marcelo Feitosa

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, também esteve na missa acompanhado da família. Foto: Marcelo Feitosa
 


Cícero Borges

Multidão acompanhou arcebispo de Niterói na procissão pelas ruas do Centro, e na missa, no terreno onde será erguida a construção

Cerca de seis mil pessoas acompanharam, na tarde de hoje, dia da Padroeira do Brasil, a procissão e missa que marcou o início da construção das obras da nova Catedral São João Batista, no Caminho Niemeyer, no centro de Niterói. Com o tema “Com Maria Rumo à Nova Catedral”, o evento celebrado pelo arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, concentrou grande público na frente da atual sede da Catedral, na Rua São João, desde as 14h. Depois, a população caminhou até onde será construída a nova sede. Uma imagem de São João Batista foi carregada por religiosos no trajeto.

“Esse gesto simboliza o início das obras da nossa Catedral, mas não será só nossa. Ela vai ser um projeto turístico para a cidade e do grande arquiteto que a projetou, Oscar Niemeyer. Todos nós passaremos um dia, mas a chance do que estamos fazendo aqui, hoje, perdurará pelos anos para que possam se lembrar da gente”, afirmou, ao som de aplausos do público, Dom José Francisco, que abençoou o início da construção da nova catedral.

Uma multidão já aguardava o início da solenidade no lugar da nova construção, se misturando aos fiéis oriundos da procissão, no Caminho Niemayer. Lá o arcebispo realizou uma missa que durou aproximadamente duas horas. Muito entusiasmada com o ato da nova Catedral, Zélia Miranda, de 65 anos, acompanhou a procissão até o fim. Ela conta que a construção do novo templo servirá para abrigar melhor o número de fiéis.

“Vai ser ótimo. Na antiga sede não dá muita gente e fica muito apertado. Agora, fazendo uma nova e aumentando a capacidade, fica melhor para acomodar todo mundo que chega de vários lugares do Estado e de fora também”, declara Zélia.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, também esteve na missa acompanhado da família e do deputado estadual eleito, Waldeck Carneiro (PT). Ele assinou o termo aditivo que prorroga, por mais um ano, o início da construção da Igreja e, em seguida, em referência ao início das obras, uma placa de granito foi enterrada no lugar, na sua presença e do arcebispo Dom José Francisco.

Os fiéis acompanharam ainda um show de encerramento com o cantor Dunga, da comunidade Canção Nova.

A caminhada teve o apoio de viaturas da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal orientando o trânsito no local, que não apresentou problemas.

Projeto – A nova Catedral foi projetada para receber cerca de 20 mil pessoas. Assinado em outubro de 1997 pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o projeto recebeu a bênção do Papa João Paulo II, hoje consagrado São João Paulo II, em uma visita ao Rio. Após conhecer a planta e a maquete do projeto, o Papa João Paulo II abençoou a pedra fundamental. Em 1999, a pedra fundamental foi lançada em uma grande festa, mas devido ao falecimento de Dom Carlos Alberto Navarro, um dos idealizadores, o projeto foi arquivado.

Retomada em 2012, a pedido de Dom José Francisco, o terreno da nova construção será de 13,6 mil metros quadrados, doado pelo município, e será erguida uma cúpula de 60 metros de diâmetro numa torre de 65 metros de altura, às margens da Baía de Guanabara.

Fonte: O Fluminense






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.