sexta-feira, 20 de março de 2015

Bairro Cafubá, na Região Oceânica de Niterói, ganha nova unidade do Cras


Carlos Boechat, Alessandra Sader, Maria Célia Vasconcellos, Francis Corbett, Bira Marques e Rodrigo Neves, no evento. Foto: Marcelo Feitosa

Milena Bouças

Espaço oferecerá atividades educativas, culturais e esportivas para os moradores da comunidade. Prefeitura também anunciou investimentos de R$ 25 milhões na região

Com capacidade para atender 400 pessoas, a Prefeitura de Niterói inaugurou o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ontem, na Rua Doutor Luiz Erthal, no bairro Cafubá, na Região Oceânica de Niterói. O espaço irá oferecer atividades educativas, culturais e esportivas para os moradores da comunidade.

Segundo o secretário municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Niterói, Bira Marques, o objetivo central do espaço é prevenir e tratar da vulnerabilidade social. Além disso, levar orientação e acompanhamento às famílias que buscam inclusão nos programas sociais.

“Nós estudamos e levantamos alguns dados e percebemos a necessidade de fazer o Cras no Cafubá, pois é mais próximo das comunidades que estão em maior vulnerabilidade social”, diz Bira.

Os principais serviços serão de assistência social e psicológica em salas de atendimento individual e convivência coletiva. No local, haverá a instalação de um telecentro, oficinas de dança, percussão e de artesanato, esportivas e recreativas e uma área de inclusão produtiva, iniciando pela oficina de cabeleireiro.

Durante a solenidade, o prefeito Rodrigo Neves afirmou que o Cras é a porta de entrada para o atendimento integral das famílias.

“Vamos continuar nos dedicando em construir políticas públicas sociais. O Cras vai atender as famílias da comunidade acompanhando e orientando à rede de serviços socioassistenciais”, destaca.

O prefeito também destacou para os moradores do Cafubá que a prefeitura vai investir R$ 25 milhões na drenagem e pavimentação das ruas do bairro. As obras começam neste semestre.

“Estamos trabalhando muito para resgatar nossa cidade. Inauguramos quatro escolas na Região Oceânica, iniciamos a obra do túnel. Vamos fazer obra de drenagem e pavimentação em todas as ruas do Cafubá, da mesma forma como fizemos no Bairro Peixoto e no Maravista. Em 2015, vamos acabar com 40 anos de lama e enchentes no Cafubá”, afirmou Rodrigo.

O presidente da Associação de Moradores e Amigos da Beira da Lagoa de Piratininga, Francis de Andrade Corbett, destacou que o serviço será de grande importância para a comunidade.

“Os moradores não vão precisar se deslocar mais para outros lugares que há no Centro. Tenho certeza de que ele será muito útil para toda à população do Cafubá”, comemora Francis.

Participaram também do evento a secretária municipal executiva, Maria Célia Vasconcellos, a psicóloga do Cras, Alessandra Sader, e o administrador da Região Oceânica, Carlos Roberto Boechat.

Fonte: O Fluminense







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.