terça-feira, 3 de março de 2015

EXTREMOS CLIMÁTICOS DEVEM OCORRER COM MAIS FREQUÊNCIA E INTENSIDADE EM SÃO PAULO





Em entrevista para a Agência FAPESP, José Antônio Marengo Orsini, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), fala da variabilidade de chuva na região metropolitana
de São Paulo nos últimos 80 anos.

As observações indicaram um aumento significativo, desde 1961, no volume total de chuva durante a estação chuvosa. Os pesquisadores fizeram projeções de mudanças climáticas até 2100 por meio de uma técnica que combina um modelo climático regional, desenvolvido pelo Inpe, com modelos globais usados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC).

Entrevista realizada em fevereiro de 2015, em Cachoeira Paulista (SP).

Fonte: Agência FAPESP





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.