segunda-feira, 9 de março de 2015

PARCERIA PREFEITURA DE NITERÓI - UFF: instalação de bicicletários nos campi estimulam estudantes a utilizar bicicletas


Inicialmente serão instalados 10 bicicletários através da parceria, mas outros 10 já estão sendo planejados. Foto: André Redlich


Ayra Rosa

Instalação do mobiliário é parte de uma parceria entre Universidade Federal Fluminense e a Prefeitura de Niterói em pontos estratégicos nos campi

Uma parceria entre a Prefeitura de Niterói e a Universidade Federal Fluminense (UFF) garantiu a instalação de biclicletários espalhados entre os principais campi de Niterói, totalizando 50 vagas. São 5 bicicletários, com 10 vagas, divididos em quatro campi: um na Reitoria, dois no Gragoatá, um na Praia Vermelha e um no Valonguinho. A cerimônia de inauguração acontecerá na próxima segunda-feira (9), às 16h, na Reitoria da UFF. O evento contará com a presença do reitor da universidade, do prefeito Rodrigo Neves, do vice-prefeito Axel Grael, da coordenadora do Programa Niterói de Bicicleta, Isabela Ledo, de secretários e ciclistas.

Segundo Gabriel Vitorino, assessor da reitoria que coordena a campanha de incentivo ao uso da bicicleta na UFF, a instituição já trabalhava com ações de incentivo à prática de atividades físicas por meio do programa UFF Esporte, que agora passará a ser o UFF Ativa.

“Como a prefeitura tem uma política implementada de incentivo à locomoção de bicicleta na cidade, foi uma situação de interesses comuns instalar esses bicicletários na universidade, tanto para ter um lugar certo para guardar com segurança, como para estimular outros estudantes. Houve um casamento de interesses da UFF com a Prefeitura, já que a faculdade vem trabalhando no incentivo da atividade física, já que o universitário tem a tendência de não praticar esportes”, destaca.

O aluno da instituição além de poder contar com os bicicletários vai ser beneficiado pela instalação de câmeras de vigilância que vão garantir mais segurança. Segundo Gabriel Vitorino, já existe uma previsão para que o número de bicicletários aumente.

“Nós temos uma boa quantidade de alunos na universidade que já usam a bicicleta para se locomover. Nós tínhamos a situação que os alunos deixavam as bicicletas em lugares desprotegidos, hoje, além de incentivo, o aluno vai contar com segurança. Estão previstos 10 bicicletários a mais nos campi da UFF, em Niterói, que serão realizados com o apoio da Prefeitura de Niterói”, adiantou.

A coordenadora do Programa Niterói de Bicicleta, por sua vez, explica que além de mais segurança, a parceria tem como principal objetivo incentivar o uso da bicicleta para o deslocamento do estudante, o que é a política do Programa.

“Nessa parceria os estudantes são o nosso público-alvo, um grupo que ainda usa pouco a bicicleta. A UFF tem um número muito grande de estudantes que podem começar a usar a bicicleta no deslocamento diário”, explica Isabela Ledo, lembrando que cada bicicletário foi instalado em um lugar estratégico.

“Procuramos instalar os guardadores em lugares de fácil visualização. No Gragoatá, um foi instalado entre a creche e o bandejão e o outro próximo à residência universitária. No Valonguinho está em frente à biblioteca. Na Praia Vermelha em frente a biblioteca. E na Reitoria ao lado do Centro de Artes”, destaca.

Para a estudante de produção cultural e diretora do Diretório Central da UFF, Mel Gomes, a implantação dos bicicletários foi uma parceria bem pensada que vai beneficiar todos da universidade.

“A gente vê o projeto de uma forma bem positiva, que não está sendo pensado de forma superficial. Na questão de segurança e incentivo, ele é fundamental. Além da universidade, os bicicletários poderiam ser instalados também nos locais ao redor, como as praças, locais que nós universitários frequentamos”, sugere.

Circuito – No ano passado foi realizado um circuito universitário de bicicletas, interligando a malha cicloviária que passa pelos campi da UFF. “Fizemos o circuito, e agora estamos colocando os bicicletários e a próxima etapa será entrar com uma nova campanha de incentivo. A gente não pode incentivar se também não oferecer uma infraestrutura”, ressalta Isabela Ledo.

Fonte: O Fluminense




Um comentário:

  1. Caro Axel,
    Sou um entusiasta desta política de promoção do uso da bicicleta em nossa Niterói. Ano passado a escola onde leciono promoveu um passeio ciclístico ao qual chamamos de "pedalandocomAltivo". Em reunião com Argus inserimos no plano cicloviário uma ciclovia na Av Luis Palmier. Aguardamos ansiosamente a implantação do projeto. Neste ano, por ocasião da Semana da Mobilidade, terremos a segunda edição do nosso passeio ciclistico. Seria muito belo e gratificante para a comunidade do Barreto se pudéssemos realizar nosso passeio ciclístico utilizando a ciclovia por que lutamos.

    Abraços,
    Prof. Felisberto
    < mano_nit@yahoo.com.br >

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.