sábado, 11 de janeiro de 2014

Mesmo sem muitas ciclovias ainda, Niterói tem opções para ciclistas


Reduto. Camboinhas atrai tanto ciclistas profissionais quanto aqueles que querem apenas fazer um passeio Felipe Hanower / Felipe hanower


Um dos destinos prediletos é a Praia de Camboinhas. Todos os dias, da manhã à noite, dezenas de ciclistas circulam pela orla

Gabriel Menezes

NITERÓI - Em tempos de trânsito caótico e preocupação ambiental, a bicicleta é um meio de transporte que vem ganhando cada vez mais destaque. Na cidade, o projeto da prefeitura "Niterói de Bicicleta" busca melhorar as condições de mobilidade com o veículo. É verdade que ainda há muito a ser feito, a começar pela conscientização dos motoristas, para que respeitem mais o ciclista e seu espaço. Mesmo assim, os adeptos da “magrela” surgem em todos os cantos, diariamente. E lugares bons para pedalar não faltam.

Um dos destinos prediletos é a Praia de Camboinhas. Todos os dias, da manhã à noite, dezenas de ciclistas circulam pela orla.

O servidor público Lucas Batista é um deles. Ele conta que acorda às 5h30m para pedalar durante duas horas.

— Gosto da Praia de Camboinhas porque é um local onde posso pedalar com um pouco mais de segurança. Além disso, os ciclistas da região se tornaram amigos — diz Batista.

Outra boa opção para os ciclistas é participar de um passeio que começa em frente ao Museu de Arte Contemporânea (MAC), na Boa Viagem, e segue até Itacoatiara. O evento é gratuito e acontece a cada 15 dias.

De acordo com a organizadora, Flávia Carvão, o circuito tem 45 quilômetros (ida e volta) e subidas íngremes. Por isso, é preciso que o participante tenha um bom condicionamento físico.

— Partimos do MAC e tentamos passar sempre pelos locais que contam com ciclovias. Claro que, em vários trechos, ainda é preciso pedalar pela rua, mas circulamos com cuidado e tudo dá certo — diz Flávia.

Ela conta que iniciou o projeto há dois anos e que, de lá para cá, as condições para pedalar pela cidade melhoraram, apesar de os ciclistas ainda enfrentarem dificuldades no trânsito.

— Continua sendo um pouco complicado, mas sinto que os motoristas estão se educando. O quadro se torna mais favorável para nós a cada dia — afirma Flávia.

A próxima edição acontece amanhã, a partir das 10h30m. Para participar, basta chegar ao ponto de encontro na hora marcada. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail flaviacarvao@gmail.com

Fonte: O Globo



---------------------------------

Saiba mais sobre o programa NITERÓI DE BICICLETA

Veja também o trabalho para a implantação de uma malha cicloviária em Niterói:
CICLOPATRULHAS: Frequentadores elogiam o reforço na segurança do Campo de São Bento
Ciclistas fazem manifestação na Av. Amaral Peixoto e pedem respeito às bicicletas
2014: o ano destinado as obras da TransOceânica
Carros e motos são rebocados no primeiro dia da ciclofaixa

Saiba mais sobre os Encontros do Programa Niterói de Bicicleta:
Programa Niterói de Bicicleta reuniu cerca de 50 interessados em ciclovias
Programa Niterói de Bicicleta: resultados do encontro de ciclistas
NITERÓI DE BICICLETA: participe do II encontro do Plano Cicloviário Participativo
Programa Niterói de Bicicleta: resultados do encontro de ciclistas
Programa Niterói de Bicicleta reuniu cerca de 50 interessados em ciclovias
Programa Niterói de Bicicleta: urbanista, velejador e ciclista, que já deu a volta ao mundo pedalando, será o responsável
Prefeitura promove o I Workshop do Programa Niterói de Bicicleta
Axel Grael visita ciclovias no Rio e fala sobre o uso de bicicletas em Niterói

Leia sobre o crescimento do uso das bicicletas no mundo:
Uso do automóvel declina nas cidades dos EUA
Por uma vida mais saudável e rápida: Vá de Bike!
Uso da bicicleta aumentou 85% no Rio nos últimos oito anos
História das bicicletas e ciclovias de Copenhague
Copenhague: a cidade da bicicleta
História das ciclovias holandesas
Carros saindo de cena?
Britânicos querem tornar carros obsoletos até 2030: 80% dos deslocamentos serão por bicicleta


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.