sexta-feira, 24 de abril de 2015

INEA disponibiliza dados do monitoramento da qualidade da água na área da raia olímpica da Baía de Guanabara


Estações de Monitoramento da Baía de Guanabara nas proximidades da área das provas olímpicas.


No Estado do Rio de Janeiro, o monitoramento das águas e do ar é um serviço público realizado desde a década de 1960. Hoje, o INEA, órgâo ambiental do Estado do Rio de Janeiro, mantém um monitoramento sistemático da qualidade da água da Baía de Guanabara e de outros corpos hídricos do estado. Segundo o site do INEA, atualmente, são avaliados 356 corpos hídricos em todo o estado por meio do monitoramento de 594 estações de amostragem espalhadas por todo o território.

ÁGUAS INTERIORES: São 303 estações de monitoramento da qualidade da água, do sedimento e da biota, distribuídas em rios, baías, lagoas e reservatórios do Estado. Cerca de 60% destas estações estão localizadas em rios e em maior densidade na região metropolitana do estado. Os dados estão disponíveis no site do órgão e podem ser acessados aqui: Monitoramento das Águas Interiores do Estado do Rio de Janeiro

BALNEABILIDADE: O mesmo ocorre com relaçao ao monitoramento da balneabilidade das praias. São monitoradas 200 praias com 291 estações de amostragem, abrangendo um total de 22 municípios do Estado do Rio de Janeiro. Os dados podem ser acessados através de: Monitoramento das Praias do Estado do Rio de Janeiro

BAÍA DE GUANABARA: Com relação à Baía de Guanabara, o órgâo possui uma valiosa série histórica. A abrangência do monitoramento cobre toda a chamada Região Hidrográfica V - Baía de Guanabara, incluindo, além da própria Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara, o Sistema Lagunar de Piratininga e Itaipu, o Sistema Lagunar de Jacarepaguá e o Sistama Lagunar de Maricá.

O acompanhamento dos dados coletados para estas áreas pode ser feito acessando: RH V - Baía de Guanabara.


QUALIDADE DA ÁGUA NAS PROXIMIDADES DA RAIA OLÍMPICA DA BAÍA DE GUANABARA

Com a proximidade da realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e a crescente preocupação com a qualidade das águas da Baía de Guanabara, o órgão passou a disponibilizar um monitoramento específico para esta área da Baía de Guanabara. O mapa de localização dos pontos de monitoramento estão no início da presente postagem.

Os resultados atualizados do monitoramento bacteriológico são apresentados em: BOLETIM ESPECIAL DA BAÍA DE GUANABARA - ÁREA DE PROVAS OLÍMPICAS.


http://www.inea.rj.gov.br/Portal/MegaDropDown/Monitoramento/Qualidadedaagua/aguasInteriores/Qualificaodeguas/RHV-BaiadeGuanabara1/index.htm#/BoletimEspecialdaBa%C3%ADadeGuanabara-%C3%81readeProvasOl%C3%ADmpicas


O momento é de justificada preocupação com os resultados da Baía de Guanabara e nem sempre a informação que chega ao público é a mais fiel ao problema. Acompanhe os resultados e tire as suas conclusões.

Axel Grael



Fonte das informações no texto: site do INEA


-----------------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

O PROJETO GRAEL E A BAÍA DE GUANABARA
Projeto Grael divulga relatório para contribuir para a solução do lixo flutuante na Baía de Guanabara
PROJETO GRAEL NÃO VAI ASSUMIR LIMPEZA DA BAÍA DE GUANABARA - repercussão na mídia
Projeto Grael declina de contrato com Estado para programa de gestão do lixo na Baía de Guanabara
Entrevista para o SporTV sobre o lixo flutuante na Baía de Guanabara
Estive com o secretário estadual do Ambiente discutindo o problema do lixo flutuante na Baía de Guanabara
Vice-prefeito de Niterói recebe o Cônsul-Geral da Holanda no Rio de Janeiro: na pauta, Baía de Guanabara e ciclovias
Delegações da Vela dos EUA e Alemanha escolhem Niterói para treinamento pré-olímpico

Projeto Grael participa de pesquisa sobre microplásticos flutuantes na Baía de Guanabara
PRIMEIROS TESTES DA ECOBARREIRA DO CANAL DE SÃO FRANCISCO, NITERÓI
Iniciativas do Projeto Grael na prevenção do lixo flutuante da Baía de Guanabara
CONFERÊNCIA LIVRE DO LIXO MARINHO NO PROJETO GRAEL.
Associação Brasileira do Lixo Marinho realiza conferência na sede do Projeto Grael
"Lixo flutuante - de onde vem?". Projeto Grael participa de programação do MAC
Poluição da Baía de Guanabara: entrevista da equipe do Projeto Grael repercute na mídia internacional
Projeto Grael foi objeto de matéria no Bom Dia Brasil, da Globo
Equipe do Projeto Grael visita a Grota do Surucucu
Assista matéria sobre as ações ambientais do Projeto Grael exibida pela Rede Brasil
Lixo flutuante na Baía de Guanabara: vídeo sobre iniciativas ambientais do Projeto Grael

Programas:
  • Projeto Águas Limpas
  • Projeto Baía de Guanabara (monitoramento de correntes)
  • ECOmAGENTE

    MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A BAÍA DE GUANABARA
  • Estado fecha parceria para otimizar despoluição da Baía de Guanabara
    A BAÍA DE GUANABARA NA OLIMPÍADA E NA PÓS-OLIMPÍADA
    Fábrica será multada em R$ 35 milhões por poluir Baía de Guanabara
    Luto na baía de Guanabara
    Niterói no caminho dos Jogos Olímpicos de 2016
    Monitoramento de ventos e marés vai determinar retirada de lixo da Baía de Guanabara

    OUTRAS INFORMAÇÕES:
    8 milhões de toneladas de lixo plástico vão parar nos oceanos por ano
    ACORDO PARA EMBALAGENS ESTÁ EM FASE FINAL
    Prefeitura propõe união de esforços com governo estadual e empresas para dragagem de canais da Baía de Guanabara e fortalecimento da indústria naval





    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.