sábado, 18 de outubro de 2014

Bombeiros tentam evitar que fogo atinja residências na Serra do RJ


Combate neste sábado (18) é feito na região de Secretário, em Petrópolis. No Parnaso, três novos focos foram apontados em outras áreas do parque.

Foco deste sábado será na região de Secretário. (Foto: Corpo de Bombeiros)

Bombeiros de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, continuam, na manhã deste sábado (18), tentando impedir que o incêndio florestal na localidade de Secretário, quarto distrito do município, atinja residências na Estrada da Rocinha e Auto do Pegado. As equipes atuaram na região até a madrugada e retornaram logo cedo ao local. Duas frentes, com 10 homens cada, já atuam por terra. De acordo com o comandante dos Bombeiros da Aérea Serrana, coronel Roberto Robadey, três aeronaves darão suporte nas ações deste sábado, incluindo uma do Exército, prevista para chegar no destacamento de Itaipava às 11h.

Ainda segundo o comandante, o trabalho neste sábado, que contará com cerca de 200 homens, será reforçado na localidade de Secretário, por conta da proximidade com as residências.

“Nessa região estamos com mais ocorrências e estamos demorando mais para controlar o fogo, pois é uma área muito grande. Nossa última equipe retornou por volta de 3h da manhã. Acertamos ontem com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que vamos focar nessa região e depois daremos apoio ao trabalho no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), que hoje terá reforço de aeronaves do estado e do Ibama”, explicou o comandante.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a estimativa é de que a área consumida pelo fogo, em toda a cidade, já tenha aumentado para quase 4 mil hectares, o equivalente a aproximadamente 3.720 campos de futebol. Este número é considerado somando a área atingida no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso).


Equipe do ICMBio no Parnaso em Petrópolis. (Foto: Fernanda Soares/G1).

Combate no Parnaso

Três novos focos de incêndio foram identificados nesta sexta-feira (17) dentro do Parnaso e já estão sendo combatidos, neste sábado, por brigadistas do parque. Três grupos foram encaminhados às áreas do Jacó e Bonfim, em Petrópolis, e no Franco, já em Teresópolis. De acordo com o chefe da reserva, Leandro Goulart, os focos são distintos ao incêndio florestal que já destruiu 595 hectares de área do parque, além dos 550 no entorno da unidade, que fazem parte da Área de Proteção Ambiental (APA).

A grande preocupação, segundo Leandro, continua sendo a parte alta do Parnaso, na Pedra do Mamute, que tem vegetação altamente inflamável. A área é de difícil acesso e não há comunicação por rádio ou por telefone. Nesta sexta, os brigadistas caminharam por mais de cinco horas e não conseguiram chegar ao foco do incêndio. De acordo com o chefe da reserva, seria necessário uma caminhada de mais três horas para chegar próximo ao fogo.

Cerca de 90 homens – 51 brigadistas do parque, 15 voluntários (ex-brigadistas), 14 homens do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, e mais sete do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, em Macaé – atuarão no combate ao fogo neste sábado. O trabalho vai contar com a ajuda de duas aeronaves – uma do Polícia Civil e a do Ibama, que deve chegar em Teresópolis à tarde, por volta de 14h.

Fonte: G1



 -----------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Queimadas: mitos e verdades

QUEIMADAS EM NITERÓI NO INÍCIO DE 2014
Novo mecanismo para combater incêndios em Niterói 
Guarda Ambiental atua junto com Bombeiros no combate a incêndios em Niterói
Danos causados pelo fogo nas encostas de Niterói (sobrevoo de 10/02/2014)
LUTANDO CONTRA AS QUEIMADAS EM NITERÓI
ATENÇÃO: ALERTAMOS PARA O ELEVADO RISCO DE INCÊNDIOS NAS ENCOSTAS (Niterói)
Rio tem recorde de focos de queimada em 2014 devido à onda de calor

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE QUEIMADAS
RISCO DE FOGO EM VEGETAÇÃO: informações do INPE para 18/10/2014
Focos de incêndio aumentam de três para 21 em menos de 24 horas na cidade de Petrópolis
Fiscalização contra crimes ambientais está sendo intensificada em áreas de incêndio florestal
Incêndio que atinge o Parque Nacional da Serra dos Órgãos assusta moradores da região
Área destruída por fogo dentro do Parque Nacional da Serra dos Órgãos chega a 300 hectares
AUMENTO DO NÚMERO DE CASOS DE INCÊNDIOS EM VEGETAÇÃO E DIFICULDADE DE CONTROLE EM MEIO À ESTIAGEM PREOCUPAM
Incêndio na mata já destruiu cerca de 2.200 hectares de florestas em Petrópolis
Novo mecanismo para combater incêndios em Niterói 
Incêndios atingem parques da Pedra Branca e do Mendanha
Aproximadamente 98% dos incêndios ocorrem por conta das ações do homem
O que os presidenciáveis propõem (e o que não propõem) para enfrentar as mudanças climáticas
Queimadas: mitos e verdades
Poluição do ar na América Latina
AMAZÔNIA: Pastagens ocupam metade das áreas desmatadas
Controlados incêndios em parques estaduais
Incêndios atingem parques da Pedra Branca e do Mendanha

CAUSAS DOS INCÊNDIOS EM VEGETAÇÃO
Queimadas: mitos e verdades
Presos em operação contra soltura de balões em São Gonçalo
Balão cai em área residencial e provoca destruição em São Gonçalo
CPAm e GAM apreendem balão em São Gonçalo e Maricá neste domingo
Fiscalização no combate aos balões e vários foram apreendidos
Comando de Polícia Ambiental interdita fábrica de balões em Maricá
INEA FARÁ CAMPANHA DE FISCALIZAÇÃO CONTRA BALÕES
Criminosos soltam balões em plena situação crítica de incêndios
Muitos focos de queimadas em Niterói. Responsáveis pelos incêndios serão investigados
Crime ambiental: fiscalização aperta o cerco contra baloeiros
Crime ambiental: hoje de manhã, 20 balões sobre Niterói
Incêndio criminoso na Serra da Tiririca, em Itaipuaçu
Rio tem recorde de focos de queimada em 2014 devido à onda de calor


DANOS AMBIENTAIS E À SAÚDE CAUSADOS PELAS QUEIMADAS:
QUANTO CUSTA PRESERVAR A MATA ATLÂNTICA?
O QUE O DESMATAMENTO TEM A VER COM A SUA TORNEIRA?
Quanto vale uma árvore?
Poluição do ar causou a morte de sete milhões de pessoas em 2012
Corte seletivo e fogo fazem Floresta Amazônica perder 54 milhões de toneladas de carbono por ano
Queimadas: mitos e verdades
NASA: Fogo na Amazônia (2010) gerou mais CO2 para a atmosfera que as emissões anuais da India
Câmara dos Deputados discutirá poluição atmosférica nas grandes cidades
Desmatamento da Amazônia emite mais do que o dobro de CO2 dos carros
Exposição excessiva à poluição do ar aumenta em 34% o risco um AVC, diz estudo
Fumaça de queimadas causa a morte de 339 mil pessoas/ano no mundo Como o Brasil, toda a América Latina passa por sérios problemas climáticos
Brasil deve esquentar pelo menos 3°C até 2100
Guarda-parques empossados fazem treinamento para atuar em UC estaduais
Cada árvore da Mata Atlântica chega a retirar 163 kg de CO2 da atmosfera

Outros temas relacionados às queimadas
EPA emissions limits? Brazil sees potential gains.
Desmatamento eleva em 100 vezes o custo do tratamento da água

Ilhas de calor:
Blog do AXEL GRAEL: O efeito das ilhas de calor urbano
Blog do AXEL GRAEL: Calor, frescor e os ventos
‘Ilhas de calor’ na capital paulista causam temporais mais fortes do que no resto do estado

Acesse a Cartilha educativa contra balões dos Bombeiros RJ






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.